4,6 milhões de nomes de usuário e telefones do Snapchat vazam na web

Felizmente as mentes por trás do SnapchatDB fizeram algumas restrições e borraram os dois últimos dígitos dos números de telefone para “minimizar abusos”

A falha de segurança que permitiu o vazamento já foi corrigida, mas é impossível dizer se o Snapchat conseguiu fazer isso antes dos dados chegarem a mãos nefastas. Foto: Divulgação
A falha de segurança que permitiu o vazamento já foi corrigida, mas é impossível dizer se o Snapchat conseguiu fazer isso antes dos dados chegarem a mãos nefastas. Foto: Divulgação

Em um início de 2014 infeliz tanto para o Snapchat quanto para seus usuários, um site aparentemente publicou nome de usuário e número de telefone de 4,6 milhões de contas do serviço.

As informações vazadas pelo SnapchatDB vinculam números de telefone com nomes de usuários, e um vazamento com esses dados era apenas uma questão de tempo. Na semana passada, um grupo de pesquisadores que se dizem da Gibson Security não apenas publicaram quão fácil seria conseguir esses dados do Snapchat, como também detalharam todo o processo para quem quisesse tentar. Alguém tentou – e conseguiu.

Felizmente – bem, ao menos relativamente – as mentes por trás do SnapchatDB fizeram algumas restrições e borraram os dois últimos dígitos dos números de telefone para “minimizar abusos”. Eles estão oferecendo, no entanto, a lista completa “sob certas circunstâncias”.

A falha de segurança que permitiu o vazamento já foi corrigida, mas é impossível dizer se o Snapchat conseguiu fazer isso antes dos dados chegarem a mãos nefastas. O SnapchatDB também diz se preocupar com isso. De acordo com seus autores:
“Essas informações foram adquiridas através de uma falha recentemente corrigida do Snapchat e estão sendo compartilhadas com o público para aumentar a conscientização sobre a questão. A empresa estava relutante em corrigir o erro até ficar sabendo que era tarde demais, e empresas para as quais confiamos nossas informações deveriam ser mais cuidadosas quando lidam com isso.”
Para saber se o seu nome de usuário faz parte do vazamento, você pode usar este script – descoberto pelo TNW – que foi desenvolvido por Will Smidlein e Robbie Trencheny. Mesmo que seu nome não apareça, talvez seja um bom momento para colocar aquela resolução de ano novo em prática e proteger um pouco mais a sua privacidade em 2014.

 

Fonte: Gizmodo Brasil

Compartilhar: