Livro erótico ’50 Tons de Cinza’ aumentou número de DSTs, diz médica

De acordo com Charlotte Jones, a trilogia erótica fez com que pessoas mais velhas explorassem a sexualidade esquecendo-se da prevenção

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O aumento de doenças sexualmente transmissíveis entre pessoas com mais de 50 anos pode ter relação com a trilogia erótica 50 Tons de Cinza, segundo a médica Charlotte Jones, presidente do Comitê da Associação Médica Britânica. Isso porque a leitura teria levado essas pessoas a serem mais confiantes e aventureiras na cama. Os dados são do jornal Daily Mail.

“Quando se trata de se esquecer do sexo seguro sempre pensamos na vulnerabilidade dos jovens. Mas há o efeito do livro 50 Tons de Cinza, que faz com que pessoas mais velhas explorem mais, mas não necessariamente se lembrando de usar um preservativo. Qualquer pessoa, de qualquer idade, que entra em novos relacionamentos deve pensar sobre o sexo seguro e, particularmente, sobre o papel dos preservativos. As pessoas precisam tomar cuidado”, alertou.

Segundo Charlotte, os médicos começaram a ver mais casos de gonorreia, sífilis e clamídia nos últimos tempos e a profissional aconselha procurar ajuda caso note qualquer sintoma ou alteração nos órgãos sexuais. De acordo com o site do médico Drauzio Varella, a gonorreia provoca sintomas mais aparentes nos homens, com secreção purulenta, ardor e eritema (vermelhidão ocasionada por vasodilatação). Nas mulheres, pode ser assintomática.

Já a sífilis se divide em três estágios: primário, secundário e terciário. No primeiro, de acordo com o médico, aparecem pequenas feridas nos órgãos genitais. A sífilis secundária traz “manchas vermelhas na pele, na mucosa da boca, nas palmas das mãos e plantas dos pés, febre, dor de cabeça, mal-estar e inapetência”, entre outros. E o estágio terciário compromete o sistema nervoso central e o sistema cardiovascular, além de causar lesões na pele e nos ossos.

A clamídia, segundo o site do médico, é a doença sexualmente transmissível (DST) de maior prevalência no mundo. “A infecção pode ser assintomática. Quando os sintomas aparecem são parecidos nos dois sexos: dor ou ardor ao urinar, aumento do número de micções, presença de secreção fluida. As mulheres podem apresentar, ainda, perda de sangue nos intervalos do período menstrual e dor no baixo ventre”, explica o site.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade