ABC perde por 2 x 0 para o Novo Hamburgo e sai da Copa do Brasil

Gols de Afonso e Juba, o Novo Hamburgo se classificou à próxima fase da Copa do Brasil

Juba foi o autor do gol salvador Foto: Divulgação
Juba foi o autor do gol salvador Foto: Divulgação

Os dois gols do Novo Hamburgo diante do ABC classificaram a equipe gaúcha para próxima fase. Esta foi a segunda partida das equipes na Copa do Brasil – no primeiro confronto o clube de Natal venceu por 1×0.

Com o gol de Afonso no primeiro tempo, o Novo Hamburgo carregava o jogo para as penalidades. Mas tudo mudou em um lance de bola parada, quando Juba, sozinho na pequena área, subiu mais que todo mundo e marcou, nos acréscimos, para loucura da torcida presente.

O JOGO

A segunda partida entre Novo Hamburgo e ABC, no Estádio do Vale, tinha todos os elementos para ser um jogo dramático. Depois de uma vitória nos minutos finais da equipe natalina, no Fraqueirão, o time da casa precisava de dois gols para alcançar a classificação.

O ABC entrou em campo no 3-5-2, em uma proposta de só se defender, e logo no começo da partida, o Novo Hamburgo já mostrou que iria frustrar os planos de Zé Teodoro. A equipe de Natal abriu mão de jogar e se contentou em segurar o resultado.

Com a bola nos pés, o Novo Hamburgo rodava o jogo e procurava as brechas na defesa natalina. Aos 27 minutos o lateral direito, Afonso, tocou para Preto, fez a ultrapassagem e recebeu na frente, sem marcação. O jogador bateu alto, forte, sem chances para Gilvan.

Com o placar parcial, o Novo Hamburgo levava a partida para as cobranças de penalidade (o primeiro confronto terminou 1×0 para o ABC). Com o gol, a equipe de Zé Teodoro viu-se com a responsabilidade de correr atrás do placar. O jogo foi caminhando para o intervalo e as emoções foram guardadas para a segunda etapa.

Caso o ABC marcasse um único gol obrigaria o Novo Hamburgo a balançar as redes mais duas vezes, devido ao critério ‘gol fora’ da Copa do Brasil. Sendo assim, o treinador soltou mais a equipe de Natal. Com a volta dos vestiários, as equipes entraram em campo mais nervosas e começou uma distribuição de cartões amarelos, um deles em lance polêmico.

Em uma cobrança de lateral errada, o Novo Hamburgo roubou a bola e o atacante Juba apareceu na cara do goleiro Gilvan. Em um toque de Luciano Amaral, o jogador caiu e pediu a penalidade. O árbitro viu o lance como simulação e aplicou o cartão amarelo, para protesto da torcida.

Dali em diante o ABC lançou-se para o campo de ataque. Daniel Amora recebeu uma bela bola, na frente de Vinícius, mas finalizou mal, em cima do arqueiro. Poucos minutos depois, Rodrigo Silva perdeu uma chance ainda mais clara. Em uma cabeçada de Xuxa, a bola sobrou para o atacante, sem goleiro, só finalizar. Mas o jogador jogou a bola na rede pelo lado de fora, para lamentação do técnico Zé Teodoro.

O treinador já havia feito as três substituições na equipe do ABC e o jogo estava franco. Ambas equipes queriam evitar as cobranças de pênaltis. Em um contra-ataque para o Novo Hamburgo, Xuxa fez uma falta infantil em cima de Juba, aos 45 do segundo tempo. Na cobrança, Felipe Athirson jogou na pequena área e o próprio Juba empurrou para as redes. Festa em Novo Hamburgo!

Com a vitória, a equipe do Rio Grande do Sul classificou-se direto para a próxima fase da Copa do Brasil. Adversário, data e local serão decididos em sorteio.

Fonte: Futebol Interior

Compartilhar:
    Publicidade