ABUSO

A conduta dos permissionários do transporte alternativo, ao fechar ruas e avenidas em protesto, foi absurda e desrespeitosa com a…

A conduta dos permissionários do transporte alternativo, ao fechar ruas e avenidas em protesto, foi absurda e desrespeitosa com a população. O pior é que as autoridades tiveram um surto coletivo de covardia e nada fizeram para solucionar o problema. Pelo contrário: O prefeito Carlos Eduardo concordou em receber o grupo, chancelando a esculhambação contra a cidade.

REAÇÃO
O procurador geral de Justiça do Estado, Rinaldo Reis, ficou indignado com a postura dos manifestantes que pararam Natal. Determinou providências punitivas e preventivas contra ações dessa natureza.

DÍVIDAS
A governadora Rosalba Ciarlini conseguiu se superar em matéria de delírio administrativo. Disse, ao Novo Jornal, a seguinte pérola: “Pode procurar em qualquer lugar do Rio Grande do Norte que não há dívidas no meu nome”. Realmente, ela conseguiu ficar bem, mesmo quebrando o Estado.

DÍVIDAS II
Rosalba esquece que há dezenas de empresas em vias de falência por causa do calote que seu Governo dá permanentemente. Ela simplesmente usa o serviço prestado e o material adquirido, provoca prejuízo à empresa e não paga. Realmente, não há dívidas em nome dela, pessoal. Porém, será que a Rosa teria coragem de ‘convidar’ seus credores para uma reunião? Teria que ser em local amplo, tipo Arena das Dunas. Segundo Sherloquinho, “é gente que menino besta não conta”.

IMPEACHMENT
A coluna recebeu e-mail de Soraya Tinôco: “Túlio, leio o Jornal de Hoje todos os dias e venho acompanhando a questão do impeachment da “Desgovernadora”, porém já sabia que não daria em nada, já vi o filme com Micarla. Não venham me dizer que os Deputados não foram comprados, como a Micarla fez anteriormente, comprou votos. E a advogada se deu bem, né? Agora é Defensora Geral do Estado, é mole ou quer mais?”.

CANDIDATURA
Diante da escassez de nomes que realmente empolguem o eleitorado ou consigam agregar os grupos políticos, Carlos Eduardo volta a ser visto como solução para alguns problemas. O filho de Agnelo seria candidato a governador, Wilma assumiria a Prefeitura de Natal e apoiaria o nome dele, que também seria apoiado pelo PMDB e pelo PT. A incógnita seria Robinson Faria.

SOLUÇÃO
O nome de Carlos Eduardo, segundo pessoas próximas ao núcleo familiar, resolveria o problema do PMDB e de Wilma e teria todas as condições de ser vitorioso, pois o pessoal não enxerga adversário à altura para combater o filho de Agnelo.

PROBLEMA
O grande problema do arranjo da candidatura de Carlos Eduardo é o tempo. Ele teria que renunciar em abril; pouco tempo para elencar obras e realizações de uma gestão que ainda não dispõe de acervo suficiente para comemorar.

PARABÉNS!!!
Hoje eu comemoro 21 anos de casado com Andréa Lemos, com quem quero passar toda a minha vida. Dia dobrado de comemoração, pois é o aniversário de minha mãe, Elizabeth Lemos, exemplo de seriedade, solidariedade, amor, amizade, compreensão e religiosidade.

Compartilhar: