Adolescente de 12 anos sofre com foto de montagem nua divulgada na internet

Criança já chegou a ser agredida por colegas da escola

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma jovem de 12 anos não quer mais ir à escola. Ela foi vítima de colegas, que fizeram uma montagem na internet com o rosto dela em um corpo nu. As imagens foram replicadas e a garota passou a ser alvo de grosserias ao vivo e nas redes sociais. A delegacia de combates a crimes cibernéticos de Belo Horizonte investiga quem iniciou as postagens.

A menina, que mora no bairro Itapoã, na região da Pampulha, sente vergonha de sair de casa, mesmo sabendo que as fotos foram fabricadas.

“Às vezes eu tenho vontade de morrer, para falar a verdade. Todo mundo que passa, me olha. Parece que todo mundo já sabe da foto. Eu queria que alguém se colocasse no meu lugar e visse o que estou passando. Isso não é coisa para fazer com uma pessoa de 12 anos.”

A mãe da garota, Maria José Ribeiro, afirma que é fácil identificar a montagem a partir de cicatrizes e até da cor do corpo.

“Não é ela. A pessoa da foto tem uma cicatriz na barriga, a gente não sabe definir se é uma cesariana ou outra cirurgia. O peito tem silicone. O pescoço é mais escuro e mais gordo, e o cabelo não é o dela.”

A jovem foi insultada por 30 alunos da escola estadual onde estudava. E, nas redes sociais, por gente que ela nem conhece.

“Veio uma turma para cima de mim. Todos me chamando de palavrões, e um menino me deu um soco nas costas.”

O diretor da escola, Alber Fernandes, diretor, admite que não pode fazer nada. Procurada pela reportagem, a Secretaria Estadual de Educação não quis comentar o caso.

“Nós não temos mecanismos hoje para punir. Não podemos expulsar da escola.”

A delegada Paloma Kairala investiga as postagens.

“As pessoas identificadas vão responder de acordo com a lei. Se forem menores, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente. Se forem maiores, com o Código Penal.”

Fonte: R7

Compartilhar: