Adolescente é detida e conta com detalhes como ajudou a assassinar a tia

Ela era amante do marido da vítima e conta que foi ameaça por ele

Menor disse que era amante do marido da tia. Foto: Divulgação
Menor disse que era amante do marido da tia. Foto: Divulgação

Uma adolescente foi detida e contou à polícia detalhes de como ajudou a assassinar a tia em Balneário Piçarras, Santa Catarina. Ela era amante do marido da vítima e disse ter sido ameaçada por ele. O crime ocorreu em abril e a adolescente foi presa na quarta-feira (4). Ela foi ouvida por mais de duas horas.

Segundo o depoimento, a menor foi morar na casa da tia desde o início do ano, quando passou a ser amante do marido dela. Outra prima, de 16 anos, também morava na casa e mantinha relações com Devanir Loes, 49 anos.

Flávia de Souza, 25 anos, tentava terminar o casamento com o suspeito, mas ele não permitia. A adolescente contou que ele planejou todo o crime e a obrigou participar.

“Eu achava que ele ia me matar. Se ele decidiu matar a mulher dele que tinha dois filhos com ele, o que ele poderia fazer comigo?”

Os suspeitos foram a um supermercado com Flávia e na volta cometeram o crime. Ela foi morta a facadas e depois teve o corpo enterrado em um terreno. O cadáver ainda não foi localizado. A menina disse que ajudou a enrolar a tia em uma coberta para que o suspeito a enterrasse.

Os dois moraram por um mês na casa da família com as crianças sem que ninguém desconfiasse do crime. Devanir vivia com as adolescentes como mulheres. Ele procurou o Conselho Tutelar informando sobre o sumiço da mulher e que desconfiava que ela houvesse fugido com um amante.

O delegado desconfiou da versão apresentada por Devanir. O suspeito e a adolescente fugiram para Londrina, onde a garota foi presa. Ele continua foragido.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade