Aécio Neves promete reajustar Bolsa Família e desenvolver Nordeste

O candidato disse ainda que pretende dobrar os recursos para o transporte escolar

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, disse neste sábado em Salvador, que se for eleito, pretende reajustar o benefício básico do Programa Bolsa Família para que o menor valor seja equivalente a US$ 1,25 diário por pessoa. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), é considerado miserável quem vive com menos de US$ 1,25 por dia.

Segundo Aécio, mesmo com o reajuste em junho (R$ 77, valor mínimo mensal por pessoa), o programa não atende ao critério das Nações Unidas. “A  ONU considera que alguém, para ser considerado fora da pobreza absoluta, tem que receber pelo menos U$ 1,25 por dia. Nós vamos portanto resgatar esse compromisso para que aqueles que menos têm e mais precisam da transferência não sejam enganados pelos dados do governo”, disse o candidato que lançou, na capital baiana, 45 propostas para o desenvolvimento da Região Nordeste.

O pacote, chamado de Plano Nordeste Forte, é dividido em eixos que abordam temas como infraestrutura, Semiárido, combate à pobreza, segurança pública e educação, com o objetivo de “encontrar soluções de desenvolvimento econômico sustentável, reduzir desigualdades e promover a integração regional a partir de suas próprias vocações e potencialidades.”

“Só há uma forma de você diminuir as desigualdades: é tratando regiões desiguais de forma desigual. É isso que nós estamos propondo, políticas específicas que permitirão que as potencialidades do Nordeste, que são inúmeras em várias áreas, possam se desenvolver” discursou Aécio.

Entre as propostas estão a redução, em quatro anos, em 30% nos índices de homicídio no Nordeste e igualar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da região, em dez anos, à atual média nacional. “Desde o meu primeiro ano de governo não haverá contingenciamento dos recursos de segurança publica e o foco será no Nordeste”, destacou Aécio.

O candidato disse ainda que pretende dobrar os recursos para o transporte escolar. Segundo ele, as propostas visam “não apenas a convivência com a pobreza, mas a sua superação”. “Vamos ter dotações orçamentárias ampliadas nessa região na saúde e educação. Vamos priorizar a conclusão das obras de infraestrutura, que são gargalos à competitividade.”

Segundo o tucano, seu governo terá como foco o crescimento da economia e o combate à inflação. “Faremos um governo que resgate a capacidade de crescer da economia com regras claras, política fiscal transparente e segurança jurídica para quem investe no Brasil”, disse o candidato, que hoje à noite participa de comício em Iguatu, no centro-sul do Ceará.

Compartilhar: