Agentes do Ibama prendem caçadores de arribaçãs em Pendências

Órgão alerta que a caça é proibida no Brasil, não havendo justificativas para isentar de punição quem for flagrado na atividade

Arribaca-Arquivo-Jornal-de-Hoje

Agentes de fiscalização do Ibama detiveram no início da noite de ontem (03/06) três caçadores que matavam arribaçãs no município de Pendências, a cerca de 200 km de Natal, RN. Juntos, os caçadores portavam 96 arribaçãs mortas, espingardas de calibres diversos, 173 cartuchos e farto material para recarga, como pólvora, chumbo e espoletas. O total de multas aplicadas será de R$ 48 mil – segundo a legislação ambiental brasileira, cada ave morta é contabilizada em R$ 500. O Ibama também apreendeu aos infratores um veículo Pálio, que era utilizado pelos caçadores dentro da área de postura das aves. Todos deverão responder na justiça por crime contra o meio ambiente e se condenados poderão pegar até três anos de detenção.

O Ibama alerta que a caça é proibida no Brasil, não havendo justificativas para isentar de punição quem for flagrado na atividade. Atualmente, com a chegada das chuvas, em diversos pontos do RN está havendo a formação de pombeiros – áreas de reprodução de arribaçãs – que devem ser respeitadas. Essas aves têm grande importância para o meio ambiente, pois fertilizam o solo, dispersam sementes e combatem insetos.

Compartilhar:
    Publicidade