Agentes penitenciários entram em greve e população em pânico

Paralisação começa à 0h do próximo sábado, dia 31 de maio

Foto: Divulgação / Sindasp-RN
Foto: Divulgação / Sindasp-RN

Os agentes penitenciários do Rio Grande do Norte decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. A paralisação terá início a partir da 0h do próximo sábado, dia 31 de maio. A categoria espera do Governo do Estado o Plano de Cargos e Carreira, desde 2011, mas o pleito ainda não foi atendido.

Com isso, os agentes se reuniram em assembleia, na tarde desta terça-feira (27), e deliberaram pelo início da paralisação. Vilma Batista, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Rio Grande do Norte (SINDASP-RN), explica que a categoria está cansada de esperar e não ver compromisso por parte do Governo.

“Infelizmente, parece que a prioridade do Governo do Estado é a Copa do Mundo e não a segurança pública o sistema penitenciário do RN. Esse processo vem se arrastando desde 2011 e, agora, na reta final, está sendo protelado nas secretarias”, comenta a presidente do SINDASP-RN.

Vilma Batista lembra ainda que, além de não implantar o Plano de Carreira, o Governo deixou que o sitema chegasse a outros graves problemas. “Hoje, a população carcerária é muito maior que o número de agentes e a estrutura de trabalho que estamos tendo hoje é retirada do Fundo Penitenciário”.

Durante a greve dos agentes penitenciários, deverá ser mantido somente os serviços essenciais para o funcionamento das unidades prisionais, respeitando o efetivo de 30% trabalhando, de acordo com o Sindicato.

Fonte: Portal BO

Compartilhar: