Alecrim faz história no rugby e se sagra campeão da Copa do Brasil

Esporte em ascensão tem o time potiguar entre os melhores do Brasil após temporada perfeita em 2013

Alecrim entrou como favorito na decisão, e, com uma vitória por 33 a 7, superou o Charrua-RS, garantindo o título inédito da competição nacional. Foto:Divulgação
Alecrim entrou como favorito na decisão, e, com uma vitória por 33 a 7, superou o Charrua-RS, garantindo o título inédito da competição nacional. Foto:Divulgação

No futebol a frustração foi grande, principalmente diante do investimento jamais visto no Alecrim. Mas, no rugby, não teve para ninguém. Os atletas do Verdão fizeram bonito em 2013 e conquistaram todos os títulos disputados na temporada, com direito a garantir vaga na elite do esporte no próximo ano.
Com a melhor campanha da Copa do Brasil de Rugby e um saldo quase 500 pontos no acumulado do ano, o Alecrim entrou como favorito na decisão, e, com uma vitória por 33 a 7, superou o Charrua-RS, garantindo o título inédito da competição nacional.
O título da Copa, conquistado logo depois da Liga do Nordeste, foi apenas o primeiro passo para se garantir na principal divisão do país. Em partida histórica disputada no Ninho do Alecrim, em São Gonçalo do Amarante, o Verdão passou por cima do Belo Horizonte, time de Minas Gerais, por um placar de 31 a 0 e entrou de vez no Super 10, a elite da categoria, sendo o primeiro time nordestino a conquistar uma vaga na elite do rugby nacional.
Candango de nascença, mas potiguar de adoção, o centro João Caetano, há 10 anos vivendo em Natal, entende que tal feito tem um reflexo direto na equipe, já que ser o primeiro time do nordeste na elite do esporte aumenta ainda mais a responsabilidade.
“É uma alegria imensurável e ao mesmo tempo uma grande responsabilidade. Representar não apenas um clube, mas um estado e também uma região inteira nos faz mais compromissados e dedicados nos treinos, jogos e competições. É muito gratificante saber que despertamos sorrisos e emoções de alegria e orgulho desde dos pequenos potiguares que estão iniciando no esporte até nos torcedores de arquibancada que torceram e vibraram com as vitórias do Alecrim”, disse.
Autor do primeiro try do jogo, o ponta Célio Chaves, um dos atletas mais antigos da equipe, lembra que o diferencial para chegar ao Super 10 foi a mudança da postura e o maior foco dos atletas desde o vice-campeonato da Copa do Brasil de 2012.
“Após a derrota na final da Copa do Brasil do ano passado, sentimos que tínhamos condições de ir mais longe. Em 2013, conseguimos corrigir os erros e aumentar o foco. Treinamos mais, acreditamos mais e isso fez toda a diferença. Nosso objetivo não era apenas ser campeão da Copa do Brasil, mas conseguir essa vaga para o Super 10, o que conseguimos hoje”, afirmou.
Seguindo o regulamento da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu), o Alecrim ganhou o direito de almejar o acesso à divisão principal ao se sagrar campeão da Copa do Brasil, com uma vitória diante do Charrua-RS por 33 a 7, partida que quebrou o tabu alecrinense de mais de um ano sem sofrer trys.

Compartilhar: