Aluna de 13 anos pede silêncio em sala de aula e é espancada por colegas

Agressões aconteceram na porta da escola

Confronto aconteceu na saída das aulas. Foto: Divulgação
Confronto aconteceu na saída das aulas. Foto: Divulgação

Uma jovem de 13 anos foi espancada por cinco colegas na porta de uma escola em Rio Acima, na região metropolitana de Belo Horizonte. Durante uma aula de ciências na Escola Municipal Honorina Gianetti, ela se sentiu incomodada com o barulho e pediu silêncio. Na saída da aula, foi cercada por cinco meninas que a agrediram com socos e chutes. As agressoras gravaram a briga e ainda postaram na internet.

A jovem conta como começou a confusão.

“Eu pedi: “oh gente, cala a boca aí!”. Ela quis aparecer pras amiguinhas dela e falou que não ia se calar. Já brigaram mais vezes aqui na porta da escola e não aconteceu nada”.

A mãe da garota, Natália Cristina de Jesus, não se conforma.

“Elas trataram de divulgar o vídeo e as fotos da minha filha humilhada. Quando vi aquilo, me partiu o coração. Fiquei extretamente revoltada”.

A briga só parou quando a comerciante Regiane Nascimento, que tem uma loja ao lado da escola, protegeu a jovem.

“Quando passou na frente da minha loja a chamei e falei que ninguém ia entrar para pegá-la. É uma vergonha, muito feio, o pessoal não segue limite nenhum”.

Segundo a Secretaria de Educação de Rio Acima, o caso foi levado ao Conselho Tutelar. Os pais das adolescentes que agrediram a jovem serão chamados a se reunir com a direção da escola.

Fonte: R7

Compartilhar: