Alunas são assaltadas em banheiro de universidade estadual

A estudante classificou o episódio como "absurdo"

Estudante Thaís Nery foi uma das vítimas de assalto em banheiro na Uece em Fortaleza.  Foto: Facebook / Reprodução
Estudante Thaís Nery foi uma das vítimas de assalto em banheiro na Uece em Fortaleza.
Foto: Facebook / Reprodução

Três estudantes da Universidade Estadual do Ceará (Uece) foram assaltadas no banheiro de um dos prédios do campus do Itaperi em Fortaleza na manhã de quarta-feira. Uma das vítimas ,Thaís Nery, contou em seu perfil no Facebook que ela e as colegas foram abordadas pelo criminoso que estava armado com uma faca. Ele levou celulares e dinheiro. Ninguém ficou ferido.

“Nada de mal nos aconteceu, mas o absurdo é grande demais para não divulgar. Eu vou pra Uece pra estudar, me formar, ter uma profissão. Lá é como se fosse minha segunda casa pois eu passo bastante tempo por lá. Então hoje, eu almocei e fui ao banheiro pra escovar os dentes. E aí o que me acontece? Sou abordada por uma cara armado de faca dentro do banheiro feminino. É uma falta de respeito com os alunos”, escreveu Thaís.

A estudante classificou o episódio como “absurdo”. “A minha tristeza maior não é pelo celular e nem pelo dinheiro. É sim pelo medo que eu e as colegas do Serviço Social passaram (sic) e pela falta de segurança dentro de uma universidade. É um absurdo gente. Fica meu apelo aqui pra que essa mensagem seja compartilhada e talvez algum efeito possa surtir pra que isso não aconteça com outras pessoas”, completou. A área onde ocorreu o assalto não conta com câmeras de segurança.

De acordo com a assessoria de imprensa da Uece, o reitor já se reuniu com as três estudantes para conversar sobre a situação. Para melhorar a segurança no campus, serão confeccionados cartões com números dos telefones emergencias dos setores de segurança da universidade que serão distribuídos entre os alunos, professores e funcionários da Uece.

Também será desenvolvido um aplicativo para celular com os telefones de emergências, além de outros números, como os da coordenações dos cursos e dos departamentos de ensino e de graduação da universidade. Outras ações previstas a médio e longo prazos serão a criação da vigilância a cavalo e motorizada, a identificação de carros por adesivos e a ampliação do efetivo de segurança.

 

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade