Aluno é acusado de botar veneno de rato em caixa d’água de escola

Pelo menos 50 estudantes de colégio municipal foram levados para hospitais

Fachada da Escola Cleusa Fortes de Pinho Jordão. Foto: Divulgação
Fachada da Escola Cleusa Fortes de Pinho Jordão. Foto: Divulgação

Pelo menos 50 alunos foram levados para unidades de saúde da cidade, na manhã desta segunda-feira, após um estudante ter sido acusado de deixar cair veneno para rato no reservatório de água da escola. A Vigilância Epidemiológica e Ambiental do município informou em nota, à tarde, que apenas cinco adolescentes continuavam internados em observação, mas o estado de saúde deles não era grave.

A Vigilância Sanitária da cidade interditou os bebedouros e coletou amostras da água para análise no Laboratório Central de Saúde Pública. As vítimas foram encaminhadas para o Hospital Municipal da Japuiba e para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região. O aluno suspeito, de 13 anos, foi apreendido e levado para a 166ª DP. Ele será apresentado ao Ministério Público.

A escola passou o dia interditada, mas as aulas serão retomadas nesta terça-feira. De acordo com o delegado Francisco Benitez, o jovem prestou depoimento na delegacia e negou ter colocado o veneno no reservatório. Ele teria botado o remédio apenas na comida de um gato.

“O animal não foi encontrado ainda. Não há pistas, como vômito próximo ao local onde foi colocado o suposto veneno”, disse o delegado, que vai instaurar inquérito para apurar a denúncia.

Fonte: O Globo

Compartilhar: