Ambev adquire cervejaria chinesa e consolida posição de líder no mercado mundial

O número um mundial da cerveja, o grupo belga-brasileiro AB InBev, comprou discretamente uma cervejaria chinesa, Siping Ginsber

Carlos Brito, CEO da AB Inbev. Foto: Divulgação.
Carlos Brito, CEO da AB Inbev. Foto: Divulgação.

O número um mundial da cerveja, o grupo belga-brasileiro AB InBev, comprou discretamente uma cervejaria chinesa, Siping Ginsber, indicou nesta quarta-feira o jornal econômico belga L’Echo.

“Confirmamos que a AB InBev comprou recentemente na província de Jilin (nordeste da China) a cervejaria Siping Ginsber, dona da marca Ginsber”, indicou Karen Couck, porta-voz do grupo, à AFP.

“Os detalhes da operação não foram divulgados”, acrescentou.

Segundo a imprensa chinesa, o montante da operação seria de 450 milhões de euros. O acordo teria sido concluído em fevereiro, segundo o L’Echo.

A Siping Ginsber é uma cervejaria com capacidade de 8 milhões de hectolitros e, portanto, é um “ator relativamente importante do mercado chinês”, afirmou o jornal.

Com esta compra, o grupo AB InBev reforça sua posição de terceira cervejaria no mercado chinês, o que representa uma fatia de mercado de 13%.

A líder, CR Snow, uma co-empresa entre China Ressources Enterprises e SABMiller, controla 23%, seguida pela Tsingtao (17%).

A China é um dos quatro mercados principais para a AB InBev junto com Estados Unidos, Brasil e México.

Em 2013, o volume de cerveja distribuída pela AB InBev na China progrediu 8,9%.

Fonte: Exame.com

Compartilhar:
    Publicidade