América-RN goleia o Atlético-PR e fica na boa para avançar na Copa do Brasil

Após surpreender o Fluminense em pleno Maracanã, Dragão garante ótima vantagem para o duelo da volta contra o Rubro-Negro paranaense, em Curitiba, no próximo dia 3

Pimpão celebra o primeiro gol do América. Foto: Divulgação
Pimpão celebra o primeiro gol do América. Foto: Divulgação

O América-RN parece não ter ficado satisfeito em eliminar apenas um time da Série A do Campeonato Brasileiro nesta Copa do Brasil. Após surpreender e golear o Fluminense em pleno Maracanã, o Alvirrubro de Natal voltou a aprontar contra uma equipe da elite. Na noite desta quarta-feira, o Dragão, atuando na Arena das Dunas, goleou o Atlético-PR, por 3 a 0, no primeiro jogo das oitavas de final da competição. Rodrigo Pimpão, Max e Thiago Cristian marcaram os gols. Foi o primeiro triunfo após três derrotas consecutivas do time na Arena.

Agora, o time de Oliveira Canindé pode até ser derrotado por dois gols de diferença no próximo dia 3, em Curitiba, para avançar às quartas de final da Copa do Brasil, o que garantirá o melhor desempenho do clube na competição em 19 participações. Já o Furacão, atual vice-campeão da Copa do Brasil, precisará devoler o placar desta quarta para levar a decisão para os pênaltis ou superar o rival por quatro gols de diferença na Arena da Baixada para seguir na competição. Vale lembrar que na edição do ano passado, o Atlético eliminou o América logo na segunda fase, ao golear o time potiguar por 6 a 2. Troco do Dragão à vista?

AMÉRICA OBJETIVO E EM VANTAGEM

Velocidade de sobra de ambas as equipes. Os primeiros minutos do jogo em Natal foram acelerados. E quem tomou a iniciativa foi o Atlético-PR. Logo com um minuto, Marcelo deixou o atabalhoado Cléber na saudade e Douglas Coutinho quase aproveitou. Pouco depois, a finalização de Sueliton beijou a trave esquerda de Andrei. Já o América-RN, aos poucos, foi se “encontrando” em campo. E o Dragão apostava nas descidas do veloz Marcelinho, lateral-direito que interessa ao Fluminense, e também na dupla Morais e Rodrigo Pimpão. Dupla que faria toda a diferença minutos depois.

O Atlético até tinha mais volume de jogo. Com um time jovem e leve, o Furacão estava melhor em campo. Mas faltava objetividade para os comandados de Leandro Ávila na Arena das Dunas. Objetividade que o América teve sobra nos minutos finais do primeiro tempo. Walber, menos de um minuto após substituir o lesionado Marcelinho, iniciou a jogada concluída com perfeição por Rodrigo Pimpão, aos 40. Oito minutos depois, o Dragão ampliou com a colaboração do árbitro Marielson Alves Silva, que marcou pênalti de Otávio em Morais. A falta, no entanto, foi fora da área. Max cumpriu seu papel de centroavante e, com categoria, converteu.

ATLÉTICO PRESSIONA, MAS AMÉRICA SACRAMENTA VITÓRIA

O Atlético não teve outra opção a não ser se lançar ao ataque desde o primeiro minuto do segundo tempo. Marcando no campo de defesa do América e trabalhando a bola com mais qualidade, o Rubro-Negro tratou de pressionar o América. Só que faltou capacidade de finalização para o time. Leandro Ávila tentou resolver tal questão ao promover a entrada de Cléo na vaga de Nathan. Com isso, o Atlético passou a ter uma referência no ataque.

Assim como havia acontecido no primeiro tempo, o Atlético pecou na hora de concluir. A entrada de Cléo não surtiu o efeito desejado, pois a marcação do América se mostrou eficaz. E o América, esperando por um contra-ataque para sacramentar a vitória, alcançou seu objetivo. Thiago Cristian finalizou a jogada após receber passe de Max e, aos 35 minutos, marcou o terceiro do Dragão. Goleada e classificação encaminhada para as quartas de final da Copa do Brasil. Também contando com o ABC nas oitavas de final da Copa do Brasil, o futebol potiguar segue surpreendendo.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-RN 3 X 0 ATLÉTICO-PR

Local: Arena das Dunas, em Natal (RN)
Data/hora: 27/8/2014 – 19h30
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Auxiliares: Clovis Amaral da Silva(MT) e Luiz Carlos Silva Teixeira (BA)
Renda/Público: R$ 248,795.00/ 11.221 pagantes/12.554 presentes
Cartões amarelos: Walber, Márcio Passos e Tiago Dutra (AME); Otávio e Cleberson (CAP)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Rodrigo Pimpão, 40’/1ºT(1-0), Max, 48’/1ºT(2-0) e Thiago Cristian, 35’/2ºT(3-0).

AMÉRICA-RN: Andrey; Marcelinho (Walber, 39’/1ºT), Cléber, Lázaro e Arthur Henrique (Thiago Cristian, 28’/2ºT); Márcio Passos (Tiago Dutra, 19’/2ºT), Fabinho, Val e Morais; Rodrigo Pimpão e Max

Técnico: Oliveira Canindé.

ATLÉTICO-PR: Weverton; Sueliton, Cleberson, Léo Pereira e Natanael; Deivid, Otávio (Paulinho Dias, Intervalo), Nathan (Cléo, 18’/2ºT) e Marcos Guilherme; Douglas Coutinho e Marcelo

Técnico: Leandro Ávila.

Fonte: Lancenet

Compartilhar:
    Publicidade