“Anderson Silva é o 2º melhor; 1º é Royce Gracie. Ninguém nunca irá batê-lo”

Em, sua melhor forma, o canadense Georges St-Pierre passou brevemente pelo Brasil nesta semana e fez essas declarações

UIOLIULIULUIL

O canadense Georges St-Pierre passou brevemente pelo Brasil nesta semana. Veio a convite de seu patrocinador, Under Armour, empresa que prepara uma estratégia de guerrilha para entrar no mercado brasileiro de artigos esportivos com suas linhas de calçado, vestuário e acessórios (a ambição é estar entre as três primeiras marcas do segmento em 5 anos). GSP passou pelo Rio de Janeiro e São Paulo e foi embora ontem à noite para prestigiar a pré-estreia do filme Capitão América 2 — O Soldado Invernal, que acontece amanhã em Los Angeles, nos Estados Unidos. Em sua única noite em São Paulo, foi a uma churrascaria e a uma boate. “Dancei muito e falei muitas palavras em português”, contou, simpático. Conversamos com ele na Estação Pinheiros, local escolhido pela Under Armour para o lançamento de sua coleção no país, enquanto ele comia um risoto de beterraba com raspas de palmito pupunha. “O que é isso, carne?”, perguntou, curioso. Informado de que era arroz, devorou a tigela e pediu bis. Veja um pouco do que ele falou à VIP.

Sobre ser ex-campeão dos meio-médios do UFC

“Não sou ex-campeão, não tenho esse título ainda. Serei depois de sábado, depois da luta de Hendricks e Lawler.” [Johny Hendricks e Robbie Lawler disputam o título vago no UFC 171, que acontece dia 15 de março em Dallas, no Texas]

Sobre voltar ao octógono

“Não sei nem se vou voltar um dia. Sempre treino e sempre vou treinar para o resto da minha vida, é o que gosto de fazer. Estou em melhor forma agora do que estava quando treinava para competir. Não tenho stress, durmo melhor. Quero ficar longe porque é muita pressão. Quando você é campeão, todo mundo quer o seu lugar. Quero ficar fora do radar. Agora posso relaxar. A vida está muito mais fácil agora e muito melhor. Trabalhei muito para chegar onde estou e sem o UFC nada disso seria possível. Mas agora tenho muito dinheiro, patrocinadores, e não preciso mais lutar. Se eu não quiser lutar nunca mais, não há necessidade. Meus patrocinadores não pressionam. Posso fazer o que quiser. O problema é que eu amo lutar. Só que voltar depende de um monte de outras coisas.”

Sobre a TRT e Vitor Belfort

“Sou amigo de Vitor Belfort, gosto dele. Mas isso não significa que tenho que concordar com tudo o que ele faz. Acho que não podem permitir TRT nesse esporte porque nenhum outro esporte do mundo, zero outros esportes, permite TRT. Por que no MMA é diferente? Se você quer elevar o MMA para o mesmo patamar do futebol, do baseball, você tem que ter os atletas testados. É um grande problema no esporte isso. Uma das condições para eu voltar a lutar é isso. Quero que as lutas sejam justas.”

Sobre o melhor peso por peso de todos os tempos

“Anderson Silva é o segundo melhor peso por peso de todos os tempos. O primeiro é Royce Gracie. Ninguém nunca irá batê-lo. Ele fez coisas que nunca ninguém vai fazer pelo esporte.”

 

Fonte: Revista VIP

Compartilhar: