Anvisa fixa regras para regularização de produtos de higiene pessoal e cosméticos

Objetivo é garantir que todas as etapas de análise dos processos sejam feitas eletronicamente

Técnicos se concentrarão na análise de produtos de maior risco sanitário. Foto: Thinkstock
Técnicos se concentrarão na análise de produtos de maior risco sanitário. Foto: Thinkstock

Uma resolução da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicada nesta sexta-feira (31) no Diário Oficial da União fixa regras para a regularização de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes.

O lançamento do chamado Sistema de Automação de Registro de Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes ocorreu nesta quinta-feira (30). A ideia, segundo a Anvisa, é garantir que todas as etapas de análise dos processos sejam feitas de forma eletrônica.

“Isso significa que os pedidos da indústria serão tratados eletronicamente e, em muitos casos, poderão ser liberados de forma automática. A medida permitirá que os técnicos da agência se concentrem na análise dos produtos de maior risco sanitário e que podem ter maior impacto na saúde da população, como os cosméticos infantis, alisantes e protetores solares”, informou em nota.

 

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade