Apartamento luxuoso abandonado em 1942 é encontrado intacto em Paris

O imóvel era a residência de uma atriz que, com medo da 2ª Guerra Mundial, largou tudo, mas continuou a pagar o aluguel por sete décadas

Luxo e riqueza nas cortinas, poltronas, espelho e mobília do apartamento em Paris. Foto:Divulgação
Luxo e riqueza nas cortinas, poltronas, espelho e mobília do apartamento em Paris. Foto:Divulgação

Imagine abrir as portas de um apartamento em Paris e parar por alguns segundos no tempo — mais precisamente na década de 40. Móveis, tapetes, cortinas, quadros e toda uma decoração suntuosa e rica em detalhes que te levariam a viver na época em que a dona da casa, a atriz e socialite Marthe De Florian, viveu ali, no burburinho parisiense, próximo à Ópera Garnier.

Ela teria deixado o apartamento, aos 23 anos, com medo da 2ª Guerra Mundial, em 1942, e desde então nunca mais voltou. O detalhe é que ela nunca deixou de pagar o aluguel. Isso mesmo! Por 72 anos, a francesa manteve o apartamento e intacto, sem jamais ter retornado, até 2010, quando faleceu, aos 91 anos.

De acordo com o site Haze Magazine, reza a lenda que ela teria uma vida sexual um tanto peculiar para a época, e que entre seus amantes, estariam o primeiro-ministro francês da época e o pintor Giovanni Boldini. Também dizem que Marthe era muito bonita, o que ficou comprovado numa das telas encontradas no imóvel, o qual foi vendido por 2, 1 milhões de euros.

O apartamento foi encontrado pelo leiloeiro o Olivier Choppin-Janvry. O local não está aberto ao público.

Fonte:Bol

Compartilhar: