Aplicativo para celular reúne informações sobre criminosos procurados

Ferramenta lançada pelo Ministério da Justiça permite consultas por nome e documentos

Ministério da Justiça: objetivo da ferramenta é evitar a impunidade. Foto: Divulgação
Ministério da Justiça: objetivo da ferramenta é evitar a impunidade. Foto: Divulgação

O Ministério da Justiça lançou nesta quinta-feira (24) um aplicativo para celular que possibilita a qualquer pessoa saber se alguém está sendo procurado pela polícia. A consulta a mandados de prisão é mais uma funcionalidade do aplicativo Sinesp Cidadão, lançado em 2013. Por meio da ferramenta, o usuário já consegue consultar, desde o ano passado, placas de veículos roubados.

O cadastro do aplicativo conta com informações sobre 352 mil pessoas com mandados de prisão em aberto por diversos crimes, mas que ainda não foram localizados pela polícia.

Segundo o Ministério da Justiça, o objetivo da ferramenta é evitar a impunidade, já que o próprio cidadão pode denunciar um criminoso condenado. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, destacou a contribuição da população para a resolução de crimes.

“O policial terá checagem rápida, e o cidadão, se está com dúvida se alguma pessoa está sendo ou não procurada, pode consultar. No caso de veículos, não imaginávamos que seria tão rápido [a adesão da população], ultrapassou nossa expectativa em muito. O que posso afirmar é que essa interação cidadão e autoridade pública é muito importante”.

Consulta

Para consultar os dados basta baixar o aplicativo Sinesp Cidadão no seu smartphone, selecionar o módulo Mandados de Prisão e digitar os dados da pessoa, como o nome completo ou o número de algum documento. Assim que o nome é localizado, o sistema informa mais detalhes sobre o procurado, como apelido e data de nascimento.

Quando alguém identificar um mandado em aberto, basta chamar a polícia, que irá cumprir a ordem de prisão. A função já está disponível para o sistema operacional Android e, em dez dias, poderá ser usado na plataforma IOS.

Check Placa

O aplicativo Check Placa, que ajuda a localizar carros roubados, foi lançado no fim de 2013 e já conta 1,2 milhão de downloads e 33 mil veículos recuperados nos últimos quatro meses. O módulo também está disponível no Sinesp Cidadão para os sistemas operacionais IOS e Android.​

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade