Após aumento dos combustíveis, Petrobrás cai mais de 7% na Bolsa

Petroleira não divulgou como será a nova metodologia de precificação dos combustíveis; banco Credit Suisse rebaixou a recomendação para as ações da Petrobrás

Logo após o anúncio no reajuste dos combustíveis, ações da Petrobrás começaram a cair. Foto:Divulgação
Logo após o anúncio no reajuste dos combustíveis, ações da Petrobrás começaram a cair. Foto:Divulgação

As ações da Petrobrás abriram em forte queda nesta segunda-feira, após a empresa ter anunciado um reajuste de 4% para a gasolina e 8% para o diesel nas refinarias, sem divulgar como será a nova metodologia de precificação.

Por volta de 11h15, a ação ordinária da Petrobrás cedia 8,19% e a preferencial recuava 6,38%, ambas no topo da lista de maiores baixas do Ibovespa. O índice, no mesmo momento, cedia 1,42%, aos 51.757 pontos.

Após o aumento dos combustíveis, na manhã de hoje o banco Credit Suisse rebaixou a recomendação para as ações da Petrobrás de outperform(desempenho acima da média do mercado) para underperform(desempenho abaixo da média do mercado) e cortou o preço-alvo das ADRs de US$ 25,00 para US$ 14,00.

Os analistas Vinicius Canheu e Andre Sobreira lembram que no início do ano tinham elevado a recomendação para “outperform” baseados em três pontos: crescimento da produção; credibilidade da gestão e primeiras realizações para transformar a empresa; e possibilidade de atitudes

mais benignas do governo com surpresas no que diz respeito ao aumento de preços. “Desses três, o crescimento da produção está intacto, mas os dois últimos foram significativamente prejudicados após o anúncio da última sexta-feira”, avaliam.

O aumento do preço dos combustíveis, divulgado na sexta-feira, foi decidido durante a reunião do conselho de administração da Petrobrás marcada para discutir a proposta de nova metodologia de precificação, que prevê correções periódicas dos preços com base nas taxas de câmbio e nas cotações do petróleo no mercado internacional. Entretanto, a empresa não detalhou a metodologia, apenas comunicou a aprovação de uma política de preços, com parâmetros estritamente internos à companhia.

Fonte:Estadão

Compartilhar: