Após cumprir pena nos EUA, Hermes França é deportado para o Brasil

Único brasileiro a disputar título dos leves no UFC, lutador fora condenado a 42 meses de prisão por tentar abusar de uma menor em sua academia

Hermes, à direita, retorna ao Brasil. Foto: Divulgação
Hermes, à direita, retorna ao Brasil. Foto: Divulgação

Por determinação da Justiça dos Estados Unidos, o brasileiro Hermes França foi deportado para o Brasil. O ex-desafiante dos pesos leve no UFC cumpriu pena de 42 meses de detenção por tentativa de abuso sexual contra uma menor de idade em sua academia de jiu-jítsu na cidade de Clackamas, no Oregon. Ainda de acordo com informações do site “Fox 12”, um funcionário federal acompanhou o lutador.

Hermes, que hoje tem 39 anos, foi preso em 2011 e no ano seguinte fez um acordo judicial, declarando-se culpado das acusações. O atleta cearense desembarcou nos EUA em 2000, sendo admitido legalmente em 2005. Dois anos depois, ganhou a condição de residente permanente legal em solo americano.

Hermes França conta em seu cartel com 22 vitórias e 12 derrotas no MMA, com 12 dessas lutas no UFC, entre 2003 e 2009. Foi o único brasileiro a disputar o cinturão do peso-leve na organização, em 2007. Na ocasião, ele foi derrotado pelo então campeão Sean Sherk por decisão unânime dos jurados, mas o combate virou “no contest” (sem resultado) após os dois atletas terem sido pegos no exame antidoping.

 

Fonte: Combate.com

Compartilhar: