Após faltar dois dias, Adriano Imperador rescinde contrato com Atlético-PR

O Imperador chegou ao Furacão em dezembro do ano passado, encantado com as instalações do clube

Adriano não joga mais pelo Atlético-PR. Foto: Divulgação
Adriano não joga mais pelo Atlético-PR. Foto: Divulgação

Acabou o sonho. Quem esperava que Adriano fosse dar a volta por cima no Atlético-PR, pode perder as esperanças. Na noite desta sexta-feira, o clube anunciou no site oficial que o atacante não faz mais parte do elenco rubro-negro. O Imperador havia faltado a dois treinos seguidos, quinta e sexta, após a eliminação do Furacão na Copa Libertadores. Na partida que culminou com a desclassificação, frente ao The Strongest (BOL), ele marcou o gol na derrota por 2 a 1, em La Paz. Foi a primeira vez que balançou a rede em dois anos.

O Imperador chegou ao Furacão em dezembro do ano passado, encantado com as instalações do clube. O objetivo era se recuperar para voltar a jogar futebol em alto nível. Com o tempo, as fotos que colocava nas redes sociais passavam a exibir um jogador mais magro, com aparência saudável. Deu esperanças.

Mas então, o primeiro surto: no dia 22 de janeiro, o centroavante ganhou um dia de folga, assim como todo o elenco atleticano, e viajou ao Rio de Janeiro para ficar com a família. Contudo, não voltou no prazo estabelecido pelo clube. Sem aviso prévio, continuou em terras cariocas. A assessoria do atleta afirmou que o motivo era o registro da filha recém-nascida. Entretanto, jornais cariocas noticiaram que o jogador realizou uma festa até as primeiras horas da manhã na casa dele.

Quando voltou ao Paraná, foi recebido de braços abertos pela diretoria rubro-negra. Assinou contrato de produtividade com o Furacão e estreou pelo clube na partida diante do mesmo The Strongest, na vitória por 1 a 0 em Vila Capanema. Pela falta de ritmo de jogo, o Imperador ficou poucos minutos em campo nas primeiras partidas.

Imperador agradece chance

Objetivo cumprido. Foi dessa forma que Adriano tratou o seu desligamento do Atlético-PR. O Imperador utilizou as redes sociais para explicar a decisão e agradeceu o clube paranaense.

“Gente, estou postando aqui minha gratidão pelo Clube Atlético Paranaense. O objetivo da minha ida ao clube foi cumprido e hj estou de volta aos campos. Minha passagem pelo time foi muito gratificante. Agora vamos dar sequência no que mais gosto de fazer, jogar bola!! fiquem com Deus”! – escreveu o atacante em sua página no Facebook.

Duas eliminações

Para chegar às condições físicas ideais, o Imperador foi remanejado para a equipe B, que disputava o Campeonato Paranaense. Lá esteve em campo enquanto o time, dirigido por Dejan Petkovic, tombava diante do Londrina, após ser goleado por 4 a 1 na semifinal. Apesar de não ter tido uma atuação brilhante, foi relacionado para o jogo decisivo da Libertadores contra o The Strongest.

Na Bolívia reencontrou as redes. Adriano não marcava desde o Campeonato Paulista de 2012, na vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o Botafogo-SP. Ele anotou o gol de empate do Furacão em La Paz. De nada adiantou. A equipe acabou derrotada e saiu do torneio sul-americano.

Desde que voltou ao Brasil, o Imperador não apareceu nos treinos. Faltou quinta e sexta. Sendo que na madrugada que unia os dois dias, foi visto em uma festa em Curitiba, ao som do show de Anitta.

Sem maiores detalhes, o Atlético-PR anunciou a rescisão com o jogador por mútuo acordo, e desejou sorte a Adriano nas futuras empreitadas que possa vir a ter.

Fonte: Lancenet

Compartilhar:
    Publicidade