Após pesquisa, Geisy Arruda se manifesta e posta foto nua contra o estupro

Geisy Arruda aderiu a campanha contra o estupro

Geisy Arruda também aderiu a campanha. Foto: Divulgação
Geisy Arruda também aderiu a campanha. Foto: Divulgação

Geisy Arruda protestou em suas redes sociais contra o resultado de uma pesquisa divulgada relacionada ao estupro no País. “Então quer dizer que uma mulher não pode usar uma roupa mais justa, e se portar como ela quiser, que ela “merece” ser estuprada?? Deus tenha misericórdia dessas Almas!!Seja de roupa curta, vestido longo ou usando uma burca, toda mulher merece respeito!! #Hashtag #EuNaoMerecoSerEstrupada #NinguemMerece #TireSuaFotoeParticipe”, escreveu. A modelo recebeu o apoio de seus seguidores.

Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) divulgou uma nova edição do Sistema de Indicadores de Percepção Social sobre tolerância social à violência contra as mulheres. O estudo aponta que o brasileiro médio se posiciona majoritariamente pela punição de agressores, mas vê naturalidade nas afirmações que indicam uma tolerância maior com a violência de gênero. Mais da metade dos entrevistados também culpabilizam mulheres pela motivação de agressões sexuais.

Dentre os respondentes, 65,1% dizem concordar totalmente ou parcialmente com a afirmação “Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”. Já 58,5% concordam com a afirmação “Se mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros”.

Geisy Arruda se revoltou com resultado de pesquisa e apareceu de topless. Foto: Divulgação
Geisy Arruda se revoltou com resultado de pesquisa e apareceu de topless. Foto: Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Terra

Compartilhar: