Após reunião com Dilma, Botafogo ameaça desistir do Brasileirão

A diretoria do Alvinegro não escondeu a possibilidade de ser obrigada a não cumprir suas obrigações

tyu56weu65u

Nesta sexta-feira, a presidenta Dilma esteve reunida com mandatários de 12 clubes do futebol brasileiro para tratar sobre o refinanciamento das dividas fiscais das agremiações de futebol do Brasil, a Lei de Responsabilidade do Esporte.

No encontro, Mauricio Assumpção, presidente do Botafogo, ameaçou abandonar o Campeonato Brasileiro por não ter condições de cumprir seus compromissos, já que o Fogão, por uma decisão da Justiça, teve 100% das receitas provenientes de direitos de transmissão pela TV, e das rendas dos jogos, bloqueadas.

Dilma ouviu atentamente o discurso do mandatário Alvinegro e chegou ate mesmo perguntar quanto da verba estava bloqueada, ficando assustada com a resposta de “100%”.

O Botafogo esta com suas receitas bloqueadas, pois deixou o Ato Trabalhista, acordo que evita penhora, dezembro do mês passado. Durante o Brasileirão, o Fogão nunca escondeu que vem enfrentando problemas financeiros e chegou a estar devendo três meses de salários, fato que aconteceu antes da Copa do Mundo.

Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Flamengo, Botafogo, Internacional, Grêmio, Atlético Mineiro, Bahia, Santa Cruz e Paysandu, além do Coritiba, tiveram assento à mesa no encontro com a presidente. Vilson Ribeiro, mandatário do Coxa, atuou como porta-voz do grupo.

 

Fonte: Futebol Interior

Compartilhar:
    Publicidade