Apple pagará US$ 32,5 mi a pais por gastos não autorizados em apps infantis

A decisão obriga a Apple a reembolsar imediatamente os valores, assim que forem pedidos pelos donos das contas

O acordo resolve uma queixa antiga de consumidores da marca. Foto: Divulgação
O acordo resolve uma queixa antiga de consumidores da marca. Foto: Divulgação

A Apple terá que reembolsar clientes em pelo menos US$ 32,5 milhões por compras feitas em aplicativos por crianças sem o consentimento dos pais. A companhia será obrigada ainda a modificar seus termos após a decisão da Comissão Federal do Comércio FTC, na sigla em inglês), garantindo que obteve o consentimento dos responsáveis antes de cobrar por gastos feitos em apps.

O pagamento é fruto de um acordo entre a companhia americana e a FTC. A decisão obriga a Apple a reembolsar imediatamente os valores, assim que forem pedidos pelos donos das contas.

O acordo resolve uma queixa antiga de consumidores da marca. Muitas vezes, aplicativos infantis possuem itens pagos dentro de jogos. Os pais alegam não saber da possibilidade de compra dentro dos apps ao fazerem login e entregarem um tablet ou iPhone às crianças.

As denúncia diz que a companhia não informa aos donos das contas que, ao fazer login, será aberto um intervalo de 15 minutos no qual crianças podem incluir cobranças ilimitadas.

 

Fonte: Terra

Compartilhar: