Assassinatos continuam e mais oito mortes são registradas no RN

Suspeito teria mandado vítima se ajoelhar antes de ser assassinado na rua

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Região Oeste do Rio Grande do Norte registrou um dos finais de semana mais violentos do ano. No final da noite de sexta-feira (22) até a manhã desta segunda (25), oito pessoas morreram vítimas de disparos de arma de fogo ou faca.

As primeiras mortes aconteceram na cidade de Baraúna. Cristiano Mendes Nunes, de 33 anos e Mikael Rodolfo da Silva, de 19, estavam passando pela Rua Jerônimo Rosado quando foram surpreendidos por dois homens em uma motocicleta que começaram a atirar. Vários disparos atingiram as vítimas. Mikael ainda foi levado para o Hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Todos os outros crimes ocorreram em Mossoró. Ainda na sexta-feira, Francisco Emanuel Pereira da Silva, mais conhecido como “Cam”, de 20 anos, reagiu a uma abordagem policial e morreu depois de uma troca de tiros na Rua João Damásio, no Bairro Belo Horizonte. Segundo da PM, Cam era conhecido por praticar alguns delitos na região e a motocicleta que ele estava era roubada.

Já no sábado, José Eduardo da Silva, de 34 anos e Kledson Gomes de Castro, de 17, foram assassinados na Rua Tavares de Lira, no bairro de Santo Antônio. De acordo com a PM, eles estavam em uma moto quando foram abordados por dois homens que chegaram atirando. No mesmo dia, Jonas Charles Negreiros, de 18 anos, estava no aniversário de um amigo e teria discutido com um outro rapaz, que atirou diversas vezes contra ele.

Na madrugada de domingo, Leodécio Nogueira da Silva, 41 anos, foi morto com uma facada no pescoço no bairro Costa e Silva depois de se envolver em uma briga. Já Rosilene Maria de Oliveira, de 32 anos, foi encontrada baleada próximo de um hotel e morreu quando estava recebendo atendimento médico.

A capital potiguar também registrou homicídios neste final de semana. Na noite deste domingo, uma mulher foi morta na estrada de Estivas, em Extremoz, depois de uma tentativa de assalto. Já na madrugada desta segunda, Danilo Rafael Diniz de Oliveira, de 22 anos, foi assassinado a tiros na Avenida Belo Horizonte, no bairro das Rocas. Segundo a polícia, a vítima estava na calçada de casa quando um homem chegou e mandou Danilo ficar de joelhos, para depois disparar contra a vítima.

Compartilhar: