Assassino de vizinho confessa crime e vai acertar contas com mais um

Criminoso afirmou que vai procurar outra pessoa quando deixar a cadeia

Homem já tem passagens por vários outros crimes. Foto:Divulgação
Homem já tem passagens por vários outros crimes. Foto:Divulgação

Aníbal Moreira da Silva Junior, de 21 anos, preso suspeito de assassinar um vizinho a tiros na região leste de Belo Horizonte, foi apresentado nesta quarta-feira (12) pela Polícia Civil. Frio, ele confessou ter matado o pedreiro Leandro Brito Assunção, de 34 anos, negou estar arrependido e ainda fez ameaças contra outra pessoa.

Uma briga de cerca de 15 dias terminou em morte na última terça-feira (11) de madrugada. Assunção e Junior vinham discutindo há dias por causa de um carro estacionado em frente à casa da vítima. De acordo com as investigações, o pedreiro exigia que o autor do crime retirasse o automóvel do local, já que ele seria roubado. A última discussão, no entanto, terminou em provocação. O suspeito disse que “mataria um” naquele dia e o pedreiro teria respondido dizendo que “cachorro que late não morde”.

Mais tarde, Júnior invadiu a casa do pedreiro acompanhado de dois comparsas e executou o homem friamente. Um dos envolvidos é irmão do criminoso e tem apenas 16 anos. Vizinhos presenciaram o crime.

Diante da imprensa e do delegado Emerson Morais, o assassino, que já tem passagens por sequestro, cárcere privado e receptação de produtos roubados, além de adulteração de placas de veículos, confirmou os fatos, mas apresentou outra motivação. Ele alegou que a vítima queria tirá-lo de sua casa e, por isso, decidiu agir. Júnior ainda aproveitou para dizer que não terminou a vingança e ameaçou outra pessoa.

“Tem mais um deles também que quando eu sair, ele pode ter certeza que nós vamos conversar também”.

Fonte:R7

Compartilhar:
    Publicidade