Astro do boxe é acusado de sequestrar e mutilar empregados

O pugilista teria sequestrado e agredido de maneira brutal dois empregados que ele suspeitava de terem roubado joias.

Mayweather é considerado o melhor pugilista peso por peso da atualidade. Foto:Divulgação
Mayweather é considerado o melhor pugilista peso por peso da atualidade. Foto:Divulgação

Um dos principais nomes do boxe na atualidade, o americano Floyd Mayweather Jr. foi acusado de diversos crimes contra ex-funcionários. De acordo com o site TMZ, o pugilista teria sequestrado e agredido de maneira brutal dois empregados que ele suspeitava de terem roubado joias.

Mayweather havia contratado dois homens para trabalharem as casas que o pugilista possui em Las Vegas. No entanto, algumas das joias do atleta começaram a desaparecer, e os novos funcionários foram acusados.

Segundo o TMZ, Mayweather marcou um encontro com os dois homens recém-contratados e compareceu ao local acompanhado de vários de seus “parceiros”. O grupo comandado pelo lutador começou, então, a agredir os funcionários, inclusive com armas e tacos de beisebol.

“Nossas fontes dizem que o ataque foi tão brutal que os dois homens poderiam ter morrido facilmente. Ambos tiveram braços e pernas fraturados e ficaram internados por vários dias”, noticiou o site.

As duas vítimas teriam, então, contratado advogados para acionar Mayweather judicialmente, sob os crimes de tentativa de homicídio, sequestro e mutilação. O site entrou em contato com a equipe do pugilista, mas não obteve respostas.

Mayweather, dono de um cartel impressionante de 45 lutas e 45 vitórias, tem luta marcada para 3 de maio. O americano colocará o cinturão dos meio-médios em jogo com o argentino Marcos “Maravilha” Maidana.

Fonte:Terra

Compartilhar:
    Publicidade