Atividade física não é suficiente para evitar obesidade, revela pesquisa

Segundo novo estudo, além de praticar exercícios físicos, é necessário se movimentar também durante horas de lazer

navegando-na-internet-e-assistindo-tv

Ficar sentado por muito tempo durante os momentos de lazer aumenta o risco de desenvolver obesidade, mesmo que você frequente a academia. De acordo com os cientistas da University College London, na Inglaterra, aqueles que ficam pouco tempo sentados e ainda se exercitam bastante diminuem as chances de sofrer de obesidade. As informações são do Daily Mail.

Os pesquisadores explicam que longos períodos de lazer inativo reduzem os benefícios derivados da atividade física. Para chegar à conclusão, os estudiosos analisaram os efeitos da inatividade durante as horas fora do trabalho de 4 mil funcionários públicos ao longo de um período de cinco a 10 anos.

Após meia década, os que gastaram mais de 12 horas sentados e mais do que quatro horas se exercitando mostraram um quarto de risco de sofrer de obesidade comparados com aqueles que ficaram inativos por mais de 25 horas por semana e fizeram menos de 90 minutos de atividade física.

Joshua Bell, um dos autores do estudo, diz que a efetividade da atividade física na prevenção da obesidade depende também do que é feito durante os momentos de lazer. “Tanto o alto nível de atividade física como os baixos níveis de tempo livre sentado podem diminuir substancialmente os riscos de uma pessoa se tornar obesa”, pontua.

 

 

Fonte: Terra

Compartilhar: