Atriz culpa bronzeamento artificial por câncer no olho esquerdo

No início de 2014, ela recebeu a notícia de que o câncer havia se espalhado para o fígado e era terminal

e91135a0-e5b4-11e3-ad87-97416b79a0dd_269cd090-be4c-11e3-b555-6d452e067e9a_Debi-Gibson-without-an-eye_630

A ex-atriz e modelo britânica Debi Gibson pede a proibição das câmaras de bronzeamento após desenvolver um câncer terminal no olho devido aos 20 anos de uso sem proteção. Ela começou a fazer o bronzeamento artificial quando ainda tinha 14 anos, e escolheu não usar os óculos de proteção para não ficar com marcas após as sessões.

Debi, casada com Darren e mãe de Sienna, de sete anos, gostaria que essas câmaras fossem banidas. “Eu quero que algo de bom resulte da minha morte. Tudo isso apenas porque eu queria ser bronzeada. Eu gostaria que as câmaras de bronzeamento fossem proibidas”, diz ela. “Eu vou ter que abandonar minha filha ainda criança. Ela não entende tudo que está acontecendo, mas sabe que a mamãe vai para o céu em breve por causa de uma doença terrível”.

Debi, que participou da novela inglesa ‘Eastenders’ e já atuou no palco em ‘Evita’, teve de se submeter à remoção do olho esquerdo após o diagnóstico de câncer em outubro de 2012. Os médicos a informaram que o câncer é terminal pois havia se espalhado para o fígado.

Ela parou de fazer bronzeamento em 2005 após ouvir histórias terríveis sobre pessoas que sucumbiram ao câncer, mas já era tarde demais, após décadas de bronzeamento sem proteção nos olhos. Em abril de 2012, ela descobriu que tinha um melanoma de coróide, um tipo muito raro de câncer nos olhos que afeta apenas uma em cada seis milhões de pessoas.

A quimioterapia não funcionou, e um ano depois os médicos tiveram de remover seu olho esquerdo. No início de 2014, ela recebeu a notícia de que o câncer havia se espalhado para o fígado e era terminal.

“Quando você é uma jovem modelo ou atriz, existe muita pressão para ter o tom de pele correto. Eu economizei dinheiro o suficiente para comprar uma câmara de bronzeamento aos 14 anos, e a montei na casa dos meus pais”, diz Debi. “Eu a usava o tempo todo, e na época não havia orientação, as pessoas achavam que essa era a maneira mais fácil de ficar bronzeada”.

3dec6270-e5b5-11e3-b3d4-87fb451c1986_27bdf800-be4c-11e3-816e-b7230c8adb3b_Debi-Gibson-with-her-family

“Acabei me tornando personal trainer numa academia e usava a câmara de lá também. Ela vinha com o óculos de proteção, mas eles deixavam uma marca de bronzeamento horrível, por isso eu nunca os usei. Nunca pensei que isso fosse me matar”, lamenta a atriz. “Eu me mudei para Londres aos 18 anos para me tornar atriz e modelo. A indústria realmente me pressionava para parecer bronzeada”.

“Por volta de 2005, as câmaras de bronzeamento estavam recebendo muita publicidade ruim, então parei de usá-las. Em 2012 eu acordei e achei que minha visão estava embaçada, então fui ao médico e ele me encaminhou ao hospital”, ela explica. “Eles fizeram uma ressonância e me contaram que havia um tumor cobrindo metade do olho”.

“É um tipo de câncer muito raro, apenas um caso em cada seis milhões de pessoas. Os médicos disseram que isso só acontecia em países muito ensolarados, e o único motivo que podiam imaginar era o meu bronzeamento artificial sem proteção. Tentamos a quimioterapia mas ela não funcionou como esperávamos.”

“Como eu já estava ficando cega, a remoção do olho pareceu a melhor opção. Tudo aconteceu muito rápido. Em outubro, eles me disseram que a operação seria necessária, e em novembro eu já não tinha mais o olho. Foi uma época bem complicada”.

“Após cerca de um ano, eu voltei para outra ressonância e eles me disseram que o câncer havia se espalhado para o meu fígado e que eu iria morrer. O médico me deu oito semanas de vida, e isso foi há sete semanas”.

“No começo, eu fiquei completamente maluca, tirei minha filha da escola e fomos todos viajar. Mas depois, eu aceitei minha situação. A equipe médica me deu um remédio que ainda está sendo testado e estou fazendo quimioterapia para tentar diminuir o tumor. Isso pode me ganhar alguns meses ou até anos.”’

Seu marido, Darren Gibson, fala sobre a mulher: “Está sendo muito difícil. Mas as enfermeiras vêm visita-la sempre, e elas são fantásticas”, diz ele. “Debi é uma mulher maravilhosa. Ela nunca parece assustada. Sei que ela está sofrendo por dentro, mas ela ainda é uma atriz.”

 

Fonte: Yahoo

Compartilhar: