Atriz Neuza Borges abre brechó com ajuda de Bruna Marquezine

"Se não fosse a Bruna Marquezine, eu estaria passando fome", revelou atriz

RTEmagicC_neuzaebruna.jpg

Muitos não sabem, mas Neuza Borges, que já fez sucesso na TV em diversas novelas da Globo, só não passa mais necessidade hoje em dia porque contou com a ajuda de Bruna Marquezine para abrir um brechó em Salvador.

Desempregada há dois anos, a artista contou em entrevista à coluna ‘Retratos da Vida’, do jornal ‘Extra’, que graças à solidariedade de dona Neide, mãe de Bruna Marquezine, ele consegue sobreviver. De acordo com a publicação, sensibilizadas com a difícil situação da atriz – que é radicada na Bahia -, mãe e filha doaram uma grande quantidade de roupas para que Neuza pudesse abrir a loja em Salvador. “Se não fosse a Bruna Marquezine e a mãe dela, eu estaria passando fome. Sou muito grata a tudo que ela fez por mim”, agradece Neuza, emocionada.

Bruna e Neuza se conheceram durante as gravações de ‘América’ e voltaram a contracenar juntas em “Salve Jorge”, última novela da atriz de 74 anos. A iniciativa de ajudar a veterana veio quando Neuza contou que sempre enfrenta dificuldades quando não está no ar. “Sempre que uma novela acaba, eu fico cinco, seis anos passando por dificuldades. Cansei de ir a programas de televisão dizer que estava passando fome, que precisava trabalhar. Montei essa loja para sobreviver. São roupas boas, seminovas, nada de quinquilharias… E a preço de banana. Uma peça que custa R$ 2 mil na loja, aqui eu vendo por R$ 250. A loja faz mais sucesso com os turistas”, explica ela, que ainda completa: “O que eu recebo com as vendas, não chega perto do salário que eu ganho quando faço uma novela, mas, graças a Deus, está dando para sobreviver”.

Ainda segundo o ‘Extra’, quem atende no brechó é a própria Neuza. “Eu queria muito trabalhar, fazer novelas, mas é muito difícil nesse país escreveram personagens para pessoas negras da minha idade”, reclama.

O brechó de Neuza Borges fica localizado na rua Marquês de Leão, no bairro da Barra, em Salvador.

 

 

Fonte: iBahia

Compartilhar:
    Publicidade