Autor de cotovelada deve responder por tentativa de homicídio qualificado

Jovem saiu da UTI e ainda se recupera no hospital de agressão sofrida

Fernanda Regina (Foto: Reprodução/ TV TEM)
Fernanda Regina (Foto: Reprodução/ TV TEM)

A Polícia de São Roque, no interior de São Paulo, investiga o motivo da agressão que deixou a jovem Fernanda Regina César Santiago, de 30 anos, com traumatismo craniano. O comerciante Anderson Tingo Oliveira, de 34 anos, está preso e deve ser indiciado por tentativa de homicídio qualificado, já que a vítima não conseguiu se defender.

O caso aconteceu na madrugada de sábado (16), após um baile em comemoração ao aniversário da cidade, mas só veio à tona dias depois, quando a polícia teve acesso às imagens de uma câmera de segurança instalada na rua. As cenas mostram Fernanda interpelando o comerciante, que vestia terno, ao lado de um veículo. Ele segura uma lata de cerveja e nem se vira para a moça, apenas desfere o golpe com o cotovelo, acertando em cheio seu rosto.

As pessoas que estavam ao redor se mobilizam para atender a mulher caída e chamam o serviço de resgate. Sem prestar socorro à vítima, agressor assiste a chegada da ambulância e a mobilização dos socorristas como se nada tivesse a ver com o caso. Apenas fuma um cigarro. Inconsciente e sangrando pelo ouvido e na boca, Fernanda foi levada para a Santa Casa local e dali transferida para o hospital de Sorocaba.

Ela teve alta da UTI e se recupera no quarto, mas seu estado de saúde ainda é delicado, segundo familiares.

Reconhecido por testemunhas, o comerciante foi preso na segunda-feira (18). As imagens, gravadas pela câmera de um estabelecimento comercial, foram obtidas por um irmão da vítima e entregues à polícia. Ele se surpreendeu, porque o comerciante é conhecido da família. De acordo com a Polícia Civil, ao ser ouvido, o agressor disse que foi ofendido pela vítima, por isso fez um gesto para empurrá-la e ela caiu.

Fonte: Yahoo

Compartilhar:
    Publicidade