Avenida Mor Gouveia em obras atrapalha o acesso dos veículos à Ceasa

Às 4h30 da manhã um engarrafamento de 500 metros se formou, tendo logo na entrada do Ceasa um caminhão na primeira fila

Trânsito já complicado nos arredores da Ceasa ficou ainda pior após as obras. Foto: Divulgação
Trânsito já complicado nos arredores da Ceasa ficou ainda pior após as obras. Foto: Divulgação

Com uma pista da Avenida Mor Gouveia em obras, no trecho em frente a Ceasa, grandes congestionamentos têm se formado desde o cruzamento com a Avenida Jaguarari desde a madrugada, quando caminhões e carros particulares buscam o Centro de Abastecimento.

O problema atinge quem busca a rodoviária ou a Cidade da Esperança e se vê preso, só tendo como único escape passar com o carro sobre o canteiro para fazer o retorno.

Hoje não foi diferente. Já às 4h30 da manhã um engarrafamento de 500 metros se formou, tendo logo na entrada do Ceasa um caminhão na primeira fila e um carro de passeio, na segunda, obstruindo a passagem dos veículos que vinham atrás.

O dono do carro de passeio não se sensibilizou com as buzinas e permaneceu exatamente onde estava tentando o que parecia impossível: entrar no Ceasa e se movimentar lá dentro.

O mais incrível nessa história e que revoltou muitos motoristas que não iam comprar ou negociar frutas ou legumes, ou aproveitar os bons preços do atacado, é que nenhum amarelinho apareceu por lá para organizar a bagunça.

Vários desses fiscais municipais de trânsito são normalmente vistos na esquina da Avenida Bernardo Vieira com a Rua José Gonçalves, bem ao lado do Midway, cuidando para ver se nenhum carro atravessa a pista à direita reservada para a parada de ônibus. São geralmente quatro ou cinco fiscais cujas simples presenças são suficientes para que nenhum motorista transgrida o limite.

Enquanto isso, na Mor Gouveia em obras, atravessar sobre o canteiro é a única saída de quem quer ver resguardado seu direito de ir e vir, num triste retrato da falta de planejamento de trânsito. (MH)

Compartilhar: