Avião da Malaysia estaria no Afeganistão com todos os passageiros vivos

Segundo publicação, todos os passageiros estariam vivos; aeronave teria sido sequestrada por terroristas e teria pousado com apenas uma asa quebrada, próximo ao Paquistão

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O avião que realizou o vôo MH370, da Malaysia Airlines, pode ter sido alvo de terrorismo e seus passageiros estariam todos vivos, no Afeganistão. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira, pelo jornal russo Moskosky Komsomolets.

Segundo a publicação, uma “fonte anônima” teria informado que o avião desaparecido estaria próximo à fronteira do país com o Paquistão. Ainda de acordo com o jornal, os pilotos não foram culpados, mas a aeronave teria sido sequestrada por terroristas. Um deles se chama “Hitch”.

O avião estaria pousado em uma estrada, perto da serra, e teria apenas uma asa quebrada. Há ainda informações de que todos os passageiros teriam se salvado e estariam vivendo em barracos, dividos em sete grupos e quase sem alimentos.

No entanto, as informações do jornal russo não coincidem com todas que foram divulgadas até o momento pelas autoridades da Malásia e Austrália.

O governo malaio afirma que a aeronave caiu no Oceano Índico e, desde então, uma operação internacional de buscas foi montada e está na região oeste da Austrália.

O avião da Malaysia Airlines decolou de Kuala Lumpur, com 239 pessoas a bordo, rumo a Pequim, e desapareceu no último dia 8 de março.

Fonte:Terra

Compartilhar: