Azar e sorte – Fábio Pacheco

A rodada de ontem foi de azar para os líderes do Campeonato Brasileiro da Série B. Sorte para o ABC…

A rodada de ontem foi de azar para os líderes do Campeonato Brasileiro da Série B. Sorte para o ABC que bateu o Ceará e acabou com o perturbador jejum de 31 dias sem vencer. Mais sortudo ainda é o ala-direito Renato, que saiu desacreditado do Sport e agora está jogando o fino da bola no Mais Querido. É o jogador que vem desequilibrando para o ABC, mas como ontem a defesa ajudou, ele resolveu o problema da falta de gols do ataque e da criação do meio-campo, assim como já havia feito contra o Joinville, a última vitória alvinegra na Segundona. Com 100% de aproveitamento, Renato aproveitou as duas oportunidades que teve e deu ao Mais Querido os três pontos que tanto precisava, pois uma nova derrota abriria uma crise no clube de Ponta Negra. Que a vitória não maquie os problemas da falta de posse de bola do time e principalmente a falta de ligação com o ataque. Mais sorte ainda teve o Vila Nova, que de pato morto do campeonato, parou o embalado Vasco da Gama. Que Zé Teodoro se cuide, pois o Vila mostrou que está muito vivo.

CANINDÉ ERROU

Assim como foi bastante elogiado nas vitórias sobre o Fluminense e Icasa, Canindé Oliveira também precisa ser criticado na derrota. Ontem, ele conseguiu complicar o jogo contra o regular time da Ponte Preta. Paulo Henrique é homem de marcação, utilizado em jogos fora de casa. Com ele em campo, o América perdeu criatividade e força ofensiva. Pra piorar, Wanderson foi obrigado a trabalhar na meia, função que não é a sua. E sacar Rodrigo Pimpão foi o maior erro do treinador, que foi vaiado pelo torcedor e pode perder a confiança do jogador.

JOGOS DOS COMERCIÁRIOS

Vem aí a 14ª edição dos Jogos dos Comerciários, promovido pelo Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN). Em Natal – uma das quatro cidades a sediar eventos –, serão oferecidas 11 modalidades esportivas: o futsal recebe inscrições até 29/08 e as demais modalidades recebem até uma semana antes da competição. A abertura acontece dia 04/09, às 18h30, no auditório do Sesc Centro. Informações sobre os jogos nas quatro cidades estão disponíveis no site www.sescrn.com.br.

BOXE CHINÊS

O Rio Grande do Norte foi o campeão do XII Campeonato Norte/Nordeste de Kung Fu e Boxe Chinês realizado no último final de semana, no município de São Gonçalo. O segundo lugar ficou com a delegação do Maranhão, a Paraíba conquistou o terceiro lugar, enquanto o Ceará ficou em quarto e Pernambuco com a quinta colocação.

DUNGA ARRISCA POUCO

Muita gente ficou sem entender porque Dunga resolveu insistir com Maicon, Fernandinho, William, Oscar e Hulk. A explicação é simples: medo de perder para a Colômbia e Equador. Manter a base é a única forma de não ser goleado nos dois amistosos. Mas os erros foram compensados com as convocações de Jefferson, David Luiz, Miranda, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart, Phillipe Coutinho e Neymar. Lucas, Robinho, Kaká e Alan Kardec devem ficar para a próxima convocação.

“NOGUEIRÃO É UM CHIQUEIRO”

O debate sobre o estádio Leonardo Nogueira foi uma das pautas da sessão Câmara dos Vereadores de onte. O vereador Tomaz Neto levantou a temática do estádio Nogueirão, se posicionando contrário a permuta e exigindo transparência na solução que vier a ser tomada, como solução para o futebol de Mossoró. O vereador Jório Nogueira gritou: “esse chiqueiro de porco que está aí, tem que interditar mesmo, essa porcaria que está aí e se tem os outros estádios que estão piores, têm que interditar também”.

RITMO DE JOGO

Como Daniel Costa já provou que não é jogador de primeiro tempo e Andrezinho alterna bons e maus momentos, o melhor que o técnico Canindé tem a fazer é dar ritmo de jogo a Morais. Ele precisa sair jogando contra o Náutico no próximo sábado, na Arena Pernambuco. Também está na hora de dar uma oportuindade para Alfredo. Vale lembrar que nova derrota pode empurrar o clube para o 15º lugar.

ACABOU O TABU

A vitória do ABC por 2 a 1 contra o Ceará foi a primeira na Série B. Em 18 jogos, o Alvinegro nunca havia vencido os cearenses. No geral, valendo as competições nacionais, foi o jogo de número 40 entre eles. O Ceará venceu 19 vezes e o ABC oito, foram 13 empates. O Ceará marcou 59 gols e o ABC 37. Com informações do Datatrindade.

Compartilhar:
    Publicidade