Balotelli após cobranças: “Africanos estão anos-luz à frente dos Italianos”

Jogador acredita que as críticas acontecem pelo fato dele ser negro

Balotelli saiu de campo antes do fim do jogo. Foto: Divulgação
Balotelli saiu de campo antes do fim do jogo. Foto: Divulgação

O atacante Mario Balotelli usou suas redes sociais para desabafar sobre a eliminação precoce da Itália. Por meio de seu Instagram, ele postou um vídeo de um torcedor da Azzurra dizendo que ele não era italiano. Em um longo texto, ele lamentou a derrota de sua seleção, disse que não havia escolhido ser italiano e que as críticas vinham pelo fato de ele ser negro.

“Eu sou Mario Balotelli, tenho 23 anos e eu não escolhi ser italiano. Eu quis muito porque nasci e cresci na Itália. Eu quis muito dessa Copa do Mundo e estou triste, furioso e desapontado comigo mesmo. Sim, talvez poderia ter marcado contra a Costa Rica, mas e daí? Talvez era isso que vocês queriam. Não me culpem por tudo desta vez porque Mario Balotelli deu tudo por esta seleção e não fez nada de errado pessoalmente falando. Então vão buscar outras desculpas porque Mario Balotelli tem a consciência no lugar e está pronto para seguir em frente de cabeça erguida”, comentou Balotelli, que disse que as críticas tinham um cunho racial:

“Talvez, como vocês dizem, não sou italiano. Os africanos nunca colocariam todo esse peso em um de seus irmãos. Nunca. Neste sentido, nós, negros, estamos anos-luz à frente. Vergonha não é perder um gol ou correr menos ou mais. É tudo isso que vocês disseram”.

Fonte: Lancenet

Compartilhar:
    Publicidade