Bandidos do RN são presos em festa de comemoração ao sucesso do assalto

Dentre os seis homens presos estavam três que cumpriam pena no regime semiaberto no Centro de Detenção Provisória de Apodi

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Depois de um intenso trabalho investigativo realizado pelo setor de inteligência da 2ª Companhia de Policia Militar e da Delegacia de Policia Civil de Apodi, o Grupo Tático Operacional (GTO), conseguiu chegar aos suspeitos de praticar vários assaltos à mão armada em Apodi e região.

Na operação realizada nesta segunda-feira, os policiais do GTO, comandados pelo capitão Marcos Carvalho, conseguiram prender seis homens que estavam participando de uma comemoração em uma localidade rural nas imediações do Distrito Rural de Córrego, perímetro rural apodiense.

Dentre os seis homens presos estavam três que cumpriam pena no regime semiaberto no Centro de Detenção Provisória de Apodi. Os outros três que foram conduzidos ate da Delegacia de Policia da cidade estavam apenas participando da bebedeira, foram ouvidos pelo delegado Renato Oliveira e logo liberados.

No decorrer das investigações, o delegado Renato Oliveira e o capitão Marcos Carvalho conseguiram identificar os apenados, Cleiton de Oliveira Lima e o Patrício Félix Bezerra Neto, “Furão”, como sendo os dois homens que, por volta de 12h, assaltaram um comércio no centro comercial da cidade.

Já o apenado Gernalli Geazi Viana Morais, que também foi conduzido pelo GTO ate a DP de Apodi, foi ouvido e liberado, mas como ele não pode fazer uso de bebida alcoólica, por se tratar de um preso, ficou para ser ouvido também no Centro de Detenção Provisória.

Segundo o comandante da 2ª CPMA de Apodi, capitão Marcos Carvalho, os criminosos estriam comemorando o sucesso do assalto, que tinha sido feito na Loja Casa do Fazendeiro, pois o cordão de ouro roubado pelos dois assaltantes custava em torno de R$ 2 mil. “Eles não contavam com a presença de câmera de segurança, isso terminou facilitando o reconhecimento e ajudando a policia a colocar as mãos neles”, comentou o capitão.

O apenado Cleiton de Oliveira, “Baby”, confessou a autoria do assalto ao delegado Renato Oliveira, porem o mesmo disse que o seu parceiro era uma pessoa de Mossoró, mas o delegado terminou descobrindo que o parceiro dele tratava-se do também apenado Patrício Felix, que não teve álibi para negar sua participação.

No inicio da tarde desta segunda-feira (26/05/14), mais um comercio no centro comercial de Apodi foi assaltado, onde os autores foram dois elementos em uma motocicleta FAN, de cor preta, que levaram uma corrente de ouro, de uma das vitimas que estavam no interior do estabelecimento. No local da prisão foram encontrados o revolver, a motocicleta usada no assalto, e a corrente de ouro roubada da vitima.

A população apodiense, principalmente os comerciantes e empresários do município, estava aterrorizados com a onda de assalto na cidade.

A Policia Civil suspeita que Cleiton e Patrício também sejam os responsáveis por mais dois assaltos na cidade, mas somente após as investigações é que o delegado Renato Oliveira poderá se pronunciar sobre o caso.

Cleiton de Oliveira, “Baby”, e Patrício Felix, foram encaminhados para a carceragem do Centro de Detenção Provisória de Apodi (CDP), onde estão no regime fechado e aguardaram poder decisão da justiça.

Tanto o delegado Renato Oliveira quanto o capitão Marcos Carvalho, foram taxativos em dizer que a maioria dos apenados que cumprem pena no regime semiaberto em Apodi estão criando problemas para a sociedade, mas a policia esta atenta.

Fonte: Portal BO

Compartilhar:
    Publicidade