Banqueiro rouba mais de R$ 7 milhões e gasta metade com prostitutas

Britânico administrava "contas fantasmas", que enviavam dinheiro diretamente para a sua própria

O banqueiro teria gastado mais de R$ 3,5 mi com uma prostituta tailandesa, além de outras 10 garotas de programa. Ele é casado e tem dois filhos. Foto: Reprodução
O banqueiro teria gastado mais de R$ 3,5 mi com uma prostituta tailandesa, além de outras 10 garotas de programa. Ele é casado e tem dois filhos. Foto: Reprodução

Um britânico, que roubou mais de R$ 7 milhões do Barclays, banco onde trabalhava desde 2005, foi condenado à prisão por sete anos. John Skermer, 45 anos, administrava “contas fantasmas”, que enviavam dinheiro diretamente para a sua própria. O esquema lhe fez lucrar milhões, dos quais  gastou mais da metade com prostitutas, segundo informações do Daily Mail.

Skermer é casado e tem dois filhos, porém gastou mais de R$ 3,5 milhões com uma única prostituta tailandesa, de 43 anos, com quem teria saído por mais de um ano. De acordo com o Daily Mail, o banqueirodizia à esposa que estaria trabalhando com a polícia na investigação das “contas fantasmas” e que, por isso, ficaria até tarde no trabalho.

Segundo informações da polícia, o banqueiro mantinha outras 10 prostitutas, além da tailandesa, conhecida como Kookai.

John Skermer tinha um cargo alto na área de tecnologia – onde começou a trabalhar em 2008 – e, por isso, conseguiu configurar as contas para roubar o banco. Ele confessou o crime e ajudou a polícia a recuperar parte do dinheiro, além de ter entregado seu carro.

Skermer foi julgado pela Corte de Chester e considerado culpado por quatro contas fraudulentas.

 

Fonte: Terra

Compartilhar: