Bilhete encontrado na carteira de Kurt Cobain zombava de Courtney Love

Nota manuscrita foi uma das provas recolhidas durante a investigação sobre a morte do cantor em 1994

Foto da carteira de Kurt Cobain, divulgada pela polícia nesta quarta-feira. Foto: Divulgação
Foto da carteira de Kurt Cobain, divulgada pela polícia nesta quarta-feira. Foto: Divulgação

Uma mensagem encontrada na carteira do cantor Kurt Cobain, do Nirvana, após seu suicídio, em 1994, ridicularizava sua mulher, a roqueira Courtney Love, e dava alguns indícios sobre a turbulenta vida pessoal do cantor.

A nota manuscrita, divulgada nesta quarta-feira (30) pelo Departamento de Polícia de Seattle, fazia parte das provas recolhidas na investigação sobre a morte de Cobain, classificada como suicídio.

“Você Kurt Cobain aceita Courtney Michelle Love para ser legalmente sua esfarrapada esposa, mesmo quando ela é (sic) uma cadela com espinhas que suga todo o seu dinheiro (sic) para se dopar e prostituir”, diz uma parte da nota sem data escrita em papel timbrado do hotel Phoenix, em San Francisco. A polícia não indicou se a letra era de Cobain.

O assessor de imprensa de Courtney não pôde ser imediatamente contatado para comentar o assunto. A CBS News divulgou pela primeira vez a existência do bilhete, que obteve através de um pedido de informação pública das provas recolhidas na época do suicídio de Cobain.

Cobain e Courtney tiveram um filho e a sua relação tempestuosa foi marcada pelo uso de drogas.

Cobain chegou à fama em 1991 como vocalista da banda de rock Nirvana e popularizou o movimento grunge rock. Ele estava com 27 anos quando se matou em 5 de abril de 1994, em sua casa em Seattle. Seu corpo foi encontrado três dias depois.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade