Billabong Pipe Masters quer decidir título mundial em condições clássicas

vai aguardar a entrada do swell que já aparece nas previsões para decidir o título mundial do ASP World Tour 2013

Ondas devem atingir formação perfeita para a decisão do campeonato. Foto: Divulgação
Ondas devem atingir formação perfeita para a decisão do campeonato. Foto: Divulgação

O prazo para encerrar a Tríplice Coroa Havaiana ainda vai até o dia 20, com bastante tempo para fechar a temporada em condições clássicas nos tubos de Pipeline e do Backdoor. Até porque o líder do ranking, Mick Fanning, disputa a primeira bateria da repescagem que abre o último dia, enquanto Kelly Slater já está nas quartas de final. Fanning confirma o seu terceiro título mundial passando para as semifinais, ou se Slater não vencer o Billabong Pipe Masters.

Na outra ponta da tabela, o australiano Yadin Nicol é o único que ainda pode tirar a vaga do norte-americano Brett Simpson para o WCT 2014. Só que a chance é a mesma de Slater para colecionar o seu 12.o troféu de campeão do ASP World Tour, ou seja, ganhar a terceira joia da Tríplice Coroa Havaiana.

Foi Nicol quem mandou Mick Fanning para a repescagem com o tubão incrível da segunda nota 10 do ano no maior palco do esporte. E os dois podem voltar a se enfrentar na abertura das quartas de final, bateria que será decisiva para Fanning confirmar o tricampeonato sem depender do resultado de Slater.

Mas, o australiano primeiro vai ter que passar pelo americano C. J. Hobgood no duelo de campeões mundiais que abre o último dia do Billabong Pipe Masters. Já Kelly Slater derrotou o havaiano Sebastian Zietz e o brasileiro Miguel Pupo na disputa pela terceira vaga direta para as quartas de final.

Pupo já tinha garantido sua permanência no WCT com a vitória sobre o australiano Josh Kerr na terceira fase e vai fechar a repescagem com o francês Jeremy Flores. Quem vencer, segue para disputar a última vaga para as semifinais contra o defensor da coroa de Pipe Masters, Joel Parkinson.

 

QUARTAS DE FINAL DO BILLABONG PIPE MASTERS:

1.a: Yadin Nicol (AUS) x vencedor da 1.a bateria da Quinta Fase

2.a: John John Florence (HAV) x vencedor da 2.a bateria da Quinta Fase

3.a: Kelly Slater (EUA) x vencedor da 3.a bateria da Quinta Fase

4.a: Joel Parkinson (AUS) x vencedor da 4.a bateria da Quinta Fase

 

QUINTA FASE – REPESCAGEM – Vitória=Quartas de Final / Derrota=9.o lugar – US$ 12.000 e 4.000 pontos:

1.a: Mick Fanning (AUS) x C. J. Hobgood (EUA)

2.a: Julian Wilson (AUS) x Nat Young (EUA)

3.a: Kai Otton (AUS) x Sebastian Zietz (HAV)

4.a: Jeremy Flores (FRA) x Miguel Pupo (BRA)

 

01: Mick Fanning (AUS) – 53.100 pontosTOP-22 DO ASP TOUR – ranking atualizado após a quarta fase do Billabong Pipe Masters:

02: Kelly Slater (EUA) – 49.350

03: Joel Parkinson (AUS) – 47.150

04: Jordy Smith (AFR) – 43.150

05: Taj Burrow (AUS) – 42.900

06: Julian Wilson (AUS) – 39.750

07: Kai Otton (AUS) – 39.600

08: Nat Young (EUA) – 38.000

09: Josh Kerr (AUS) – 36.100

10: C. J. Hobgood (EUA) – 34.650

11: Michel Bourez (TAH) – 33.000

12: John John Florence (HAV) – 32.350

13: Adriano de Souza (BRA) – 31.750

14: Gabriel Medina (BRA) – 25.000

15: Filipe Toledo (BRA) – 24.400

16: Adrian Buchan (AUS) – 24.200

17: Sebastian Zietz (HAV) – 23.150

18: Jeremy Flores (FRA) – 23.000

19: Fredrick Patacchia (HAV) – 18.450

20: Miguel Pupo (BRA) – 17.250

21: Bede Durbidge (AUS) – 16.200

22: Matt Wilkinson (AUS) – 15.950

 

————outros brasileiros:

 

29: Alejo Muniz (BRA) – 10.250 pontos

33: Raoni Monteiro (BRA) – 7.500

35: Willian Cardoso (BRA) – 6.200

38: Heitor Alves (BRA) – 1.750

 

 

ino (EUA)

Compartilhar: