Blitz na avenida Roberto Freire resulta em 26 flagrantes e 103 CNHs recolhidas

Polícia acredita que a população ainda não se conscientizou sobre proibição de beber e dirigir

Comando de Policiamento Rodoviário Estadual promete aumentar as fiscalizações nas rodovias do RN até o final do verão. Foto: Divulgação
Comando de Policiamento Rodoviário Estadual promete aumentar as fiscalizações nas rodovias do RN até o final do verão. Foto: Divulgação

Déborah Fernandes

Repórter

 

A Companhia de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), realizaram mais uma blitz da operação “Lei Seca” na madrugada deste sábado (1º). Foram 26 motoristas presos e 89 carteiras de habilitação apreendidas, na primeira fiscalização do mês de fevereiro. A barreira foi realizada na avenida Engenheiro Roberto Freire, bloqueando o trânsito nos dois sentidos.

Foram realizados 1.100 testes de bafômetro das 1h30 às 4h30 da madrugada de hoje. 77 condutores acusaram de 0,5 a 0,33 mg/l de álcool por litro de ar e vão responder a um processo administrativo. Além da carteira de habilitação apreendida, vão cumprir suspensão do direito de dirigir por um ano, e pagar multa no valor de R$ 1915,30. Desses, sete não estavam habilitados e deverão pagar multa pela infração.

Segundo o Tenente Isac Paiva, dos 26 motoristas presos, sete não eram habilitados ou não quiseram apresentar a carteira. “O condutores presos apresentaram resultado do teste do bafômetro superior a 0,33 mg/l de álcool por litro de ar, o que se caracteriza crime de transito. Além de responder ao processo administrativo, pagar a multa de R$1.915, sete foram multados por dirigir sem CNH. O veículo foi apreendido e só poderá ser liberado após apresentação do motorista habilitado “, afirmou.

“A população ainda não se conscientizou de que combinar bebida e direção não deve existir. Toda semana estamos realizando barreiras e cada vez mais o número de condutores sobe o efeito de álcool cresce. Pedimos que a população se conscientize do perigo em beber e dirigir. Nós estaremos a postos para fazer a segurança e barrar os motoristas infratores”, finalizou Isac.

Só em janeiro deste ano, 338 habilitações foram apreendidas, segundo dados do Detran. Com o resultado da blitz da madrugada de hoje, são contabilizadas 427 CNHs recolhidas em 2014. Segundo o Comandante Geral da CPRE, Coronel Freitas, esse número pode aumentar, se for comprovado que os condutores que não apresentaram a habilitação na última blitz tenham o documento.

Para se ter uma ideia do tamanho da operação montada para fiscalizar os motoristas que misturam álcool e direção, até mesmo policiais já teriam sido pegos pelo bafômetro, em recente blitz realizada em Natal. A promessa é que, até o final do verão, a quantidade de apreensões seja ainda maior.

Compartilhar: