Boateng nega jogo diferente contra irmão: podia ser até meu pai

Com uma derrota e um empate no Grupo G, Gana está em posição delicada

Boateng (à esq.) não gostou de sua atuação contra a Alemanha e ignorou novo duelo com o irmão Jérôme. Foto: Divulgação
Boateng (à esq.) não gostou de sua atuação contra a Alemanha e ignorou novo duelo com o irmão Jérôme. Foto: Divulgação

Para Kevin-Prince Boateng, o empate por 2 a 2 entre Gana e Alemanha neste sábado, em Fortaleza, pela segunda rodada da Copa do Mundo, foi só mais um jogo de futebol. O ganês, que teve atuação ruim e foi substituído aos 8min do segundo tempo, negou qualquer motivação especial por entrar em campo e enfrentar o país onde nasceu e cresceu – além de ter do outro lado o próprio meio-irmão, Jérôme.

“Eu só vou para o campo e jogo, todo jogo é igual. Se é contra meu irmão ou contra meu pai, não importa. Eu apenas tento fazer meu melhor. Tentei hoje, não gostei do meu desempenho, mas é futebol, acontece. Às vezes você joga bem, às vezes não”, minimizou o atleta do Schalke 04.

Boateng ganhou a posição de titular de Jordan Ayew e atuou como segundo atacante, próximo ao centroavante Gyan, mas pegou pouco na bola. Nas poucas chances que teve de fazer alguma coisa, não conseguiu, errando passes fáceis e dando um chute fraco para longe do alvo. Ele saiu vaiado pelos alemães no Castelão, que o veem como uma espécie de “traidor” por ele ter escolhido defender a seleção de Gana.

“Tenho que ver (o jogo) de novo, mas no primeiro tempo não tivemos muito a bola, então não pude jogar muito. A Alemanha estava com a bola a maior parte do tempo, então acho que essa é a principal razão (para a má atuação). Mas não estou pensando em mim agora, estou pensando no time. Tivemos um grande desempenho e não é tudo sobre mim”, disse ele.

Com uma derrota e um empate no Grupo G, Gana está em posição delicada. Estados Unidos (3 pontos) e Portugal (nenhum) completam a segunda rodada da chave neste domingo, e os africanos ficarão dependentes de uma vitória sobre os portugueses na partida final para manter a chance de avançar à próxima fase da Copa.

“Acho que podemos ficar felizes, jogamos um bom jogo. Com um pouco mais de sorte poderíamos ter vencido. Agora é muito claro, precisamos vencer. Se quisermos nos classificar temos que vencer. Isso é a Copa do Mundo, todo jogo é difícil, será difícil ganhar de Portugal mas vamos nos preparar para isso”, declarou Boateng.

Fonte: Terra

Compartilhar: