Bombeiro diz que Arena das Dunas não está pronta e Demétrio o chama de irresponsável

Para resolver todos os problemas, o Corpo de Bombeiros terá um esquema de plantão nesta quarta-feira, com dois analistas e vistoriadores voltados apenas para a aprovação dos laudos da Arena das Dunas

Demetrius-Torres--JA

A cerca de dois dias para Natal receber o seu primeiro jogo na Copa do Mundo, a Arena das Dunas segue vivendo um impasse. Após o ESPN.com.br revelar que ainda há o risco de as arquibancadas provisórias não serem liberadas para a partida de sexta-feira, a Secretaria Extraordinária para Assuntos Relativos à Copa do Mundo (Secopa) se pronunciou através de seu responsável, Demétrio Torres, e garantiu que o estádio já está pronto e poderia até receber um jogo nesta quarta. O Corpo de Bombeiros, porém, discorda.

Todo o problema é por conta do atraso na entrega das arquibancadas provisórias. O Corpo de Bombeiros explica que tinha uma visita de inspeção marcada para a tarde desta terça, mas não pôde realizá-la por conta de um pedido da própria empresa que monta as estruturas, que explicou que ela ainda não estavam prontas. Assim, não há nenhum alvará definitivo de segurança para o uso dos assentos temporários.

A Secopa, porém, garante que tudo está em ordem. Demétrio Torres chegou até a chamar o Tenente Christiano Couceiro de irresponsável por falar que a Arena das Dunas corre risco de não ter as temporárias e garantiu que elas já poderiam estar em uso se a Copa em Natal começasse nesta quarta-feira.

“Ele é um irresponsável se falou isso mesmo. Se a gente tivesse jogo amanhã (nesta quarta), o estádio estaria pronto. Todo esforço que a gente teve, você acredita mesmo no que ele falou? Não tem nem cabimento. Te disse no outro dia e estou te dizendo agora: está tudo pronto em Natal. A imprensa tem alguma coisa contra a gente pra ficar falando essas coisas ruins. Eu entendo, falar coisa ruim dá ibope, mas não sei porque focaram aqui. Eu te disse que está pronto, que ficaria pronto nesta terça e está pronto. Tudo vai correr bem aqui em Natal, venha ver”, garantiu.

A resposta do Corpo de Bombeiros, porém, é diferente. “O Corpo de Bombeiros ainda não deu os documentos que liberam as estruturas. Se ele está falando isso, pode ser que tenha alguém que se responsabilize por isso. Mas o Corpo de Bombeiros ainda não se responsabiliza”, diz o Tenente Couceiro.

O problema ainda vai além das arquibancadas móveis. Na noite desta terça-feira, estiveram reunidos em Natal o comandante-geral do Corpo Bombeiros, Coronel Eliseu Dantas, o chefe do serviço técnico de engenharia da corporação, Marcos de Carvalho e mais um representante da Arena das Dunas. O objetivo era ao menos liberar as outras partes provisórias do estádio, modificadas do projeto original para receber a Copa. E o diagnóstico dos Bombeiros foi preocupante.

“A situação é bastante delicada. O estádio recebeu o atestado de vistoria do Corpo de Bombeiros no começo do ano. Na época, foi vista toda a questão de segurança. Mas recentemente, nos últimos três meses, foram feitas algumas mudanças estruturais. Áreas que eram estacionamento se transformaram em escritórios, áreas que eram vãos livres, receberam separações… E tudo isso interfere no projeto de combate a incêndio”, disse o Tenente Couceiro.

“Por exemplo, existia uma estrutura onde se via as tubulações. Como se transformou em escritório, resolveram tampar a tubulação com uma estrutura que não sabemos ainda se é inflamável ou não. Algumas coisas que colocaram tamparam ate o Sprinkler, aqueles chuveiros que jogam agua para diminuir o incêndio”, completou.

Para resolver todos os problemas, o Corpo de Bombeiros terá um esquema de plantão nesta quarta-feira, com dois analistas e vistoriadores voltados apenas para a aprovação dos laudos da Arena das Dunas. Outros funcionários especialistas neste tipo de análises também estão de sobreaviso. A expectativa é de que a corporação receba novos documentos às 11h e faça uma visita ao estádio às 15h para a vistoria das arquibancadas provisórias.

Natal recebe o seu primeiro jogo da Copa do Mundo já na próxima sexta-feira, com o duelo entre México e Camarões, válido pelo grupo A, o mesmo do Brasil. As arquibancadas provisórias têm mais de 11 mil assentos e aumentam a capacidade da Arena das Dunas de 31 para 42 mil pessoas.

 

Fonte: ESPN

 

Compartilhar:
    Publicidade