Botafogo consegue virada nos acréscimos e elimina Ceará da Copa do Brasil

Time carioca passou pelo número de gols marcados fora de casa

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

De forma impressionante, o Botafogo garantiu a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil. Com a vaga do Ceará já encaminhada, Cachito Ramírez e André Bahia marcaram aos 49 e 50min do segundo tempo, respectivamente, para decretar o placar de 4 a 3 para o clube carioca, em pleno Castelão – o primeiro jogo terminou em 2 a 1 para os cearenses, no Maracanã, e o time carioca passou pelo número de gols marcados fora de casa.

Edilson e Yuri Mamute fizeram os outros gols do Alvinegro carioca, enquanto Magno Alves e Bill (duas vezes), marcaram para os cearenses.

O Ceará agora encara o Santos, que avançou automaticamente após a eliminação do Grêmio, por injúrias raciais ao goleiro Aranha, nesta-quarta-feira, pelo STJD.

Primeiro tempo movimentado

Precisando vencer após perder por 2 a 1 no Maracanã, o Botafogo entrou em campo disposto a reverter o placar o quanto antes. Porém, a postura ofensiva deixava alguns espaços na zaga, tornando a partida emocionante. Depois de pelo menos três chances perigosas para o Ceará, o lateral-direito Edilson acertou bela cobrança de falta e abriu o placar.

Porém o equilíbrio acabou a partir do momento que o meia-atacante Daniel deixou o campo com uma lesão no joelho direito, aos 18min. O substituto Yuri Mamute entrou mal e não conseguia ajudar na marcação pelo lado direito. Bill empatou após jogada pela esquerdo do ataque, aos 20min, e o Ceará virou aos 26min, com Magno Alves, após pênalti do próprio Mamute em descida da equipe cearense pela esquerda.

Com ampla vantagem, o Ceará se conteve um pouco mais no ataque e viu o Botafogo pressionar. Emerson caiu na área após falta de Vicente, mas o juiz deixou o jogou seguir. E quando o jogo já se encaminhava para o intervalo, Edilson cruzou na medida para Yuri Mamute se redimir e cabecear fora do alcance de Jailson.

Apagão e virada heroica no segundo tempo

Sabendo que um gol do Botafogo eliminaria o Ceará, os donos da casa entraram com tudo na etapa final. Magno Alves teve um gol anulado erroneamente, após receber em posição legal.

Então, aos 10min, um apagão no Castelão interrompeu a partida por 22 minutos. No retorno, o Ceará apostou no contra-ataque e na velocidade dos homens de frente para matar a partida. O Glorioso tinha mais posse de bola, mas era pouco efetivo. E aos 30min, Andrey afastou mal uma bola, o Ceará recuperou, Bill recebeu e bateu colocado, sem chances de defesa.

O jogo se encaminhava para a classificação dos cearenses. Mas Ramírez marcou aos 49min, o Ceará ainda teve uma chance na sequência e André Bahia, como um atacante, bateu de esquerda e garantiu a classificação do Botafogo para as quartas de final da Copa do Brasil aos 50min da etapa final.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade