Brasil mantém índice de população com excesso de peso, diz pesquisa

Mais da metade dos brasileiros têm excesso de peso e 17,5% são obesos. Dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde nesta quarta-feira

14457_acima-do-peso

O Brasil manteve o índice da população acima do peso em 2013 em relação a 2012, segundo a pesquisa Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), do Ministério da Saúde.

O estudo, divulgado nesta quarta-feira (30), indica que 50,8% dos brasileiros estão acima do peso ideal, e destes, 17,5% são obesos. O índice é praticamente o mesmo da pesquisa anterior, que apontou que 51% da população tem excesso de peso, sendo que 17,4% eram obesos.

“Esse dados são de praticamente todas as capitais brasileiras, é um dado generalizado de estabilização”, disse o secretário de Vigilância em Saúde do ministério, Jarbas Barbosa.

A pesquisa Vigitel de 2012, baseada em dados de 2011, apontava que 48,5% da população tinha excesso de peso.

Em 2006, primeiro ano avaliado pela pesquisa, esse índice era de 43%.

Homens estão mais gordos

De acordo com o levantamento, os homens têm mais excesso de peso do que as mulheres – 54,7% contra 47,4%.

Segundo Jarbas, quanto maior a escolaridade, menor a taxa de obesidade e excesso de peso. “Isso indica que sobrepeso não é uma situação imutável e nós podemos mudar essa realidade com políticas públicas e mudança de comportamento também”, explica.

Apesar dos índices de obesidade, a pesquisa Vigitel apontou que aumento na quantidade de praticantes de atividade física e de consumidores de frutas e hortaliças.

De acordo com o Ministério da Saúde, a frequência de atividade física em tempo livre aumentou de 30,3% para 33,8% nos últimos 5 anos. Além disso, 19,3% dos homens e 27,3% das mulheres comem cinco porções por dia de frutas e hortaliças, quantidade recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

“É importante trabalhar para essa redução de excesso de peso, com o objetivo de evitar doenças como diabetes e alguns tipos de câncer”, apontou Jarbas. “Para nós, que trabalhamos com políticas públicas de saúde, essas informações nos dão um norte”, disse o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Fumantes

O levantamento apontou ainda que 11% da população brasileiro se declarou fumante em 2013, 1% a menos que o índice Vigitel de 2012. Além disso, nos últimos 8 anos, caiu em 28% o número de fumantes entre a população brasileira acima de 18 anos.

 

Fonte: G1

Compartilhar: