Brasileiro perde marido inglês após atentado contra o avião da Malaysia

Glenn Thomas, jornalista que trabalhava como porta-voz da OMS, era casado com Claudio Manoel Villaça Vanetta

5y45y2m brasileiro perdeu o marido, um inglês que trabalhava na Organização Mundial da Saúde (OMS), devido à queda do avião da Malaysia Airlines, que foi abatido na Ucrânia, nesta quinta-feira. As informações são do Daily Mail.

Segundo a publicação, Glenn Thomas, jornalista que trabalhava como porta-voz da organização, era casado com Claudio Manoel Villaça Vanetta. Filho de uma paraense e um suíço, Claudio morou no Brasil até os 10 anos de idade, quando se mudou para o país do pai. Hoje, aos 52, trabalha no departamento financeiro de um banco em Genebra.

Christy Feig, diretor de comunicação da OMS, era chefe de Glenn. De acordo com ele, sua equipe ficou sabendo do acidente pela televisão, durante o horário do expediente. “Por volta das 17h15 (horário de Genebra), a CNN deu uma notícia de última hora para avisar sobre o acidente envolvendo o voo de Amsterdã para Kuala Lumpur”, disse ele. “Corremos para conferir seus planos de viagem e confirmamos o voo em que Glenn estava. Foi chocante”, lembrou.

Christy ligou para Claudio, que só então soube do acidente. O casal estava junto há 11 anos e vivia em Genebra. Nesta quinta-feira, o jornalista havia pegado o voo da Malaysia Airlines para participar da Conferência Internacional sobre a Aids, que começa neste domingo, na Austrália.

O avião viajava de Amsterdã, na Holanda, para Kuala Lumpur, na Malásia, com 298 pessoas (283 passageiros e 15 tripulantes) a bordo. O Boeing 777 deveria ter pousado em Kuala Lumpur às 6h10 da manhã de sexta-feira (19h10 da quinta-feira no horário de Brasília), mas caiu perto da fronteira entre Ucrânia e Rússia e todos a bordo morreram.

 

Fonte: Terra

Compartilhar: