Brinquedotecas do WG são reformadas e empresas privadas fazem doações

Equipe do hospital e empresários comemoram o resultado. Espaços ajudam no processo de recuperação dos pacientes

Brinquedoteca-do-Hospital-Walfredo-Gurgel-HD-(6)

As crianças internadas para tratamentos médico no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, têm agora mais um bom motivo para sorrirem. As duas brinquedotecas existentes na unidade passaram por reforma e receberam novos brinquedos, arrecadados durante campanha promovida por uma empresa especializada em produtos sustentáveis da capital potiguar. Apesar do encerramento da ação, a unidade hospitalar passará a receber doações, que devem beneficiar especialmente as crianças internadas no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ).

Segundo a diretora do hospital, Maria de Fátima Pereira, os espaços ficarão abertos durante todo o dia, para que as crianças internadas possam brincar e interagir entre si. Ela disse ainda que a reforma dos dois espaços teve o intuito de melhorar os ambientes e torná-los mais atraentes e cômodos para que as crianças pudessem ter um passatempo enquanto aguardam o fim dos tratamentos, principalmente os que sofrem queimaduras, cujo período de internação costuma durar mais, devido à gravidade dos ferimentos.

A diretora lembrou que, apesar da campanha feita pela empresa privada ter chegado ao fim, o Walfredo Gurgel continua recebendo brinquedos e jogos educativos para equipar as brinquedotecas, que atendem aos pequenos pacientes do CTQ e das enfermarias pediátricas. “Os interessados podem deixar sua contribuição no Núcleo de Assistência de Saúde do Trabalhador do próprio hospital, no prédio anexo ao bloco principal do Complexo Clóvis Sarinho”, explicou.

A campanha de arrecadação de brinquedos foi promovida pela Eco Flags, que conseguiu apoio da Open Doors, Mármore Ltda e Lótus, na reforma e arrecadação dos brinquedos. “Soubemos que o hospital estava promovendo uma campanha interna para isso e decidimos contribuir e trazer outros parceiros para essa ação de responsabilidade social. Nossa empresa já atua em outras ações semelhantes e conseguimos arrecadar mais de 500 brinquedos, que farão diferença durante o tratamento dessas crianças”, disse o representante da Eco Flags, Gustavo Barros.

Espaços ajudam na recuperação dos pacientes

Além de espaço para brincadeiras e do fortalecimento dos laços entre pais e filhos, as brinquedotecas possuem uma função muito importante para o processo de recuperação dos pacientes. Segundo a psicóloga Laiane Cunha, além de promover a interação entre eles próprios, os espaços também auxiliam no entendimento e aceitação dos procedimentos e medicações realizados durante a internação.

“Quando uma criança é internada, ela sofre um rompimento forçado dos laços afetivos que ela possui e passa a viver uma rotina completamente diferente da sua, com procedimentos que ela não conhece e uma brinquedoteca possui uma importância muito grande para ela neste momento. Sem contar que ajuda na recuperação da saúde, porque brincar ajuda na estruturação mental das crianças e a vivência da parte lúdica, tão importante nesta etapa da vida, dentro do hospital”, explicou a psicóloga.

É isso que o pequeno Ítalo precisa neste momento. Internado há dois dias após passar por uma cirurgia ortopédica em uma das mãos. “Ele ficou curioso e veio logo brincar, para passar o tempo. Estamos fora de casa há dois dias e ele sente falta das coisas dele, mas aqui, vai poder se desligar das dores”, disse a mãe dele, a dona de casa Vera Lúcia de Souza. Ele e o amigo Lucas, que se recupera de uma fratura na perna esquerda, foram os primeiros a conhecerem a brinquedoteca da enfermaria e prometeram passar o dia no novo espaço.

Compartilhar:
    Publicidade