Britânico é atacado e comido vivo por cachorro esfomeado da vizinha

Cão sofria maus tratos e estava há quase dois dias sem comer

Esta foto de arquivo mostra um cão da raça Dogo Canário. Foto: Divulgação
Esta foto de arquivo mostra um cão da raça Dogo Canário. Foto: Divulgação

Um homem foi atacado e comido vivo pelo cachorro de suas vizinhas, que estava há mais de 45 horas sem comer. A informação é do Daily Mail.

Clifford Clarke, de 79 anos, foi surpreendido pelo animal, no jardim de sua própria casa, após deixar a porta da cozinha aberta enquanto cozinhava. Após ter comido uma tigela de plástico e pontas de cigarro – já que estava há quase dois dias sem comer – o animal conseguiu escapar do jardim da casa ao lado.

As proprietárias do cão da raça Dogo Canário foram condenadas a um ano de prisão após admitirem ter deixado o cão entrar na casa do vizinho. Hayley Sulley, de 30 anos, e Della Woods, de 29, também confessaram ter maltratado o animal.

A polícia foi chamada por vizinhos, que ouviram os gritos de Clarke e viram a vítima sendo arrastada e comida pelo animal.

Tamanha era a falta de controle do cachorro, que ele tentou morder a ponta do rifle usado pela polícia para matá-lo. Mesmo após ser atingido, o animal se levantou e tentou atacar mais uma vez.

Um oficial descreveu o incidente como “a pior coisa que  viu na vida”.

Clarke chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

As donas do cachorro foram proibidas de adotar cães.

Fonte: Terra

Compartilhar: