‘Não é esporte’, diz deputado que quer proibir exibição de lutas de MMA na televisão

A ideia de proibição causou reação de lutadores e fãs da modalidade. Apesar de reconhecer a pressão, Mentor ataca a modalidade

Imagem exibida da contusão de A. Silva causou revolta no Deputado. Foto:Divulgação
Imagem exibida da contusão de A. Silva causou revolta no Deputado. Foto:Divulgação

O deputado federal José Mentor (PT-SP) considera que a imagem da fratura de Anderson Silva na madrugada de ontem foi “forte demais” para ser mostrada na televisão.

Ele é autor de projeto de lei que proíbe a exibição de lutas de MMA, em TV aberta ou fechada. O projeto está na Comissão de Ciência e Tecnologia do Congresso Nacional.

“Você tem de ser solidário a uma pessoa que se machucou. Mas não é acidente. O objetivo do MMA é ser agressivo. Aquele pontapé faz parte da regra. É normal.”

A ideia de proibição causou reação de lutadores e fãs da modalidade. Apesar de reconhecer a pressão, Mentor ataca a modalidade.

“MMA não é esporte. Esporte é a superação do limite da pessoa humana, respeitada a integridade física. E não é arte macial coisa nenhuma. Arte marcial tem filosofia. MMA é agressão”, completa.

Fonte:UOL

Compartilhar: