Cadastro turístico facilitará para empresas e comércios lucrarem com a Copa

Os órgãos oficiais das três esferas do poder público passarão a incentivar o visitante nacional ou estrangeiro a frequentar preferencialmente estabelecimentos credenciados no Cadastur

A estimativa para Natal gira em torno de no mínimo 60 mil turistas estrangeiros. Foto:Divulgação
A estimativa para Natal gira em torno de no mínimo 60 mil turistas estrangeiros. Foto:Divulgação

As cidades-sede da Copa da Fifa 2014 receberão milhares de turistas no período. A estimativa para Natal gira em torno de no mínimo 60 mil, apenas de estrangeiros. E para o comerciante ou empresário lucrar com o evento, o credenciamento no Cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor do turismo (Cadastur) é fundamental. O cadastro é uma iniciativa do Governo Federal, e no estado é gerenciado pela Secretaria de Estado do Turismo.

Os órgãos oficiais das três esferas do poder público passarão a incentivar o visitante nacional ou estrangeiro a frequentar preferencialmente estabelecimentos credenciados no Cadastur. “Já iniciamos contatos com agências de viagem, consulados e entidades para direcionarem os turistas a utilizarem os serviços prestados por empresas credenciadas no Cadastur, pois estas empresas adotam procedimentos que são uma garantia legal do serviço prestado”.

O secretário de Estado do Turismo, George Lima, reforça ainda que a portaria do Ministério do Turismo regulamentando o Cadastro foi publicada no último 4 de dezembro e entra em vigor no próximo dia 4 de março. Semana passada o secretário viajou a Brasília para verificar junto ao MTur, entre outros assuntos, a oferta de infraestrutura disponibilizada à fiscalização do Cadastur, prometida pelo órgão.

A Setur RN é conveniada ao Ministério não só para coordenar, mas também fiscalizar esse cadastro no Rio Grande do Norte. Por isso, a Secretaria fará em Brasília a capacitação de agentes para começar iniciar essa fiscalização. Somente após esta capacitação e assinatura de convênios com outros entes locais será possível a fiscalização de forma eficiente.

A pretensão da equipe da Setur é chegará ao mês de maio com o cadastro das empresas em todos os municípios com potencial turístico atualizado e disponibilizado para todos através da internet. “O objetivo é ser parceiro de todos que trabalham com o turismo no estado, ajudando a legalizar seus empreendimentos. Este cadastro será imprescindível para os empresários buscarem as linhas de crédito já disponíveis, como a do BNB, que possui R$ 108 milhões para a atividade”, concluiu George Lima.

Para cadastro e dúvidas: 3232-2496 ou www.cadastur.turismo.gov.br

QUEM É OBRIGADO A SE CADASTRAR

– Agências de turismo

– Meios de hospedagem

– Transportadoras turísticas

– Guitas de turismo

– Organizadoras de eventos

– Acampamentos turísticos

– Parques temáticos

QUEM PODE SE CADASTRAR

Casas de espetáculos

– Centros de convenções

– Estruturas de apoio ao turismo náutico

– Locadoras de veículos

– Parques aquáticos

– Parques de diversões

– Prestadores de serviços de infraestrutura para eventos

– Prestadores especializados em segmentos turísticos

– Restaurantes, cafeterias, bares e similares

QUAIS OS BENEFÍCIOS?

- Visibilidade – Principal banco de empresas e profissionais de turismo do país, o site do Cadastur é a fonte de consulta ideal para turistas que buscam serviços turísticos de qualidade.

- Site Viagem Legal – Site que oferece dicas para antes, durante e depois da viagem. O Viaje Legal orienta os viajantes a contratarem os serviços dos prestadores que estejam no Cadastur.

- Acesso a linhas de crédito – Por meio de parceria entre o Ministério do Turismo e os bancos oficiais, os empresários cadastrados no Cadastur têm acesso a linhas de crédito específicas para cada atividade.

- Oportunidades de negócio e acesso a mercados – O Cadastur proporciona oportunidades de negócios e dá acessos a mercados nacionais e internacionais.

Compartilhar:
    Publicidade